Rodrigo Pessoa fica fora da final na Suíça

Rodrigo Pessoa venceu, sábado, em Genebra, o concurso Top Ten, evento que reúne os dez melhores cavaleiros do ano. O brasileiro, porém, não conseguiu repetir a atuação neste domingo durante o Grand Prix da Copa do Mundo, também realizada em Genebra, e foi desclassificado antes da final, vencida pelo dinamarquês Thomas Velin. Montando Baloubet du Rouet, Pessoa acabou sendo favorecido no sábado pelo abandono de Markus Fuchs, o número um mundial e que foi obrigado a interromper sua participação por causa de uma contusão. Fuchs, que era o grande favorito para levar o prêmio, sentiu sua perna direita no primeiro salto e também não pôde participar do Grand Prix Copa do Mundo. Sem a participação de Fuchs no sábado, o duelo no Top Ten ficou entre Pessoa, Ludger Beerbaum, o vice-campeão da Europa, e Lars Nieberg. O brasileiro, porém, conseguiu completar o percurso com quase dez segundos de vantagem sobre Nieberg e, sem cometer nenhuma falta, acumulou mais um prêmio para sua lista invejável de conquistas. Rodrigo Pessoa passou a ser um dos cavaleiros mais admirados na Suíça após ter conquistado, por três vezes consecutivas (1998, 1999 e 2000), o Grand Prix Copa do Mundo. A sua atuação, portanto, era uma das mais esperadas pelo público que lotava as arquibancadas do Palexpo, local onde foram realizadas as provas em Genebra. Desta vez, o brasileiro não teve a mesma sorte durante última etapa do circuito internacional. O brasileiro foi desclassificado logo em sua primeira passagem. Velin, o vencedor que montou Carnute, completou o circuito sem cometer nenhuma falta e provou que está em ótima fase depois de ter conquistado outra importante vitória em Berlim, há três semanas. Desta vez, levou US$ 100 mil para casa e pontos para a final da Copa do Mundo de Hipismo, que será disputada em Milão em abril.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.