Rodrigo Souto recorre de suspensão por doping na Fifa

Departamento jurídico do Santos acredita que argumentos serão suficientes para inocentar o atleta

AE, Agencia Estado

31 de julho de 2008 | 15h09

O volante Rodrigo Souto, amparado pelo departamento jurídico do Santos, entrou com um recurso de apelação no Comitê Disciplinar da Fifa contra a suspensão de dois anos do jogador por ter sido flagrado em antidoping durante jogo entre San José, da Bolívia, e Santos, pela Copa Libertadores. O exame constatou a presença de cocaína na urina do jogador. Veja também: União do grupo, mesmo com problemas, é o trunfo do Santos Santos bate o Internacional e sai da zona de rebaixamento  Maikon Leite 'começa festa' e é só elogios de CucaMario Mello Soares, gerente jurídico do Santos, espera que o recurso de Rodrigo Souto seja julgado rapidamente pelo Comitê Disciplina da Fifa. "Como estão todos reunidos na China para Olimpíada acreditamos que a apreciação do recurso será feita em breve", afirmou.Rodrigo Souto já havia entrado com recurso na Corte Arbitral do Esporte (CAS) recorrendo da pena imposta pela Confederação sul-americana de Futebol (Conmebol). "Estamos esperançosos em ter uma decisão sobre o tema nas duas alçadas o mais rápido possível para que o atleta volte a exercer sua profissão", explicou Mello. Rodrigo Souto foi punido inicialmente pela Conmebol, que no final de junho aplicou uma pena de dois anos ao jogador. Mas essa suspensão era válida apenas para competições organizadas pela entidade. A Conmebol, então, enviou notificação à Fifa, que acatou a decisão da entidade sul-americana e ampliou a suspensão de dois anos imposta a Rodrigo Souto para todas as competições - no Brasil e no exterior.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.