Daniel Augusto Jr.|Ag. Corinthians
Daniel Augusto Jr.|Ag. Corinthians

Rodriguinho brinca e espera por cerveja após vitória do Corinthians

Volante responde as declarações de Andrés Sanchez

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

21 Outubro 2016 | 16h57

O meia Rodriguinho reagiu com bom humor à declaração do ex-presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, que disse, em entrevista à Rádio Bradesco Esportes, que o jogador já treinou de ressaca. O atleta confirmou a história nesta sexta-feira, mas demonstrou tranquilidade com o assunto.

"O Andrés é um cara que fala o que pensa e é espontâneo. Se fosse depois do título do ano passado, não era só eu que chegava de ressaca não. Só que nunca cheguei atrasado a um treinamento, nunca faltei e nunca perdi um trabalho. E essa situação pode acontecer com qualquer um. Pode acontecer com vocês também, que não usam o corpo para trabalhar. Não vejo tanto problema nisso", disse o meia.

O jogador, inclusive, disse que já sabe até o que fazer em caso de vitória sobre o Flamengo, domingo, às 17h, no Maracanã: Vai comemorar com cerveja. "Está liberada, mas tem que falar com quem manda. Para quem gosta, está liberado. Vamos convidar vocês (jornalistas) também."

Quando ouviu a declaração de Andrés, Rodriguinho ficou com receio de como o assunto poderia ser mal recebido, mas dentro do elenco, não criou qualquer problema.

"A preocupação era de como as pessoas iriam reagir. Alguns entendem e outros não. Estou aqui para falar que estou fazendo meu trabalho de forma séria, vestindo a camisa, honro e luto bastante. Nunca faltei a um treino e nem deixei de fazer qualquer trabalho. Dentro de campo, tento fazer o meu melhor para ajudar sempre", contou.

O jogador também comentou sobre a declaração de Andrés, que afirmou que o Corinthians precisa ter "bandidos do bem" em seu elenco. "Bandido do bem é meio complicado (risos), mas essa é a opinião dele. Cada um tem a sua. Tem treinadores e presidentes que não gostam de jogadores solteiros. Isso muda de pessoa para pessoa. Eu me vejo como um cara tranquilo e tem pessoas bem piores, viu? Sou um cara trabalhador e tento fazer as coisas direitinho", assegurou.

Notícias relacionadas

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.