Vinnicius Silva/Cruzeiro
Vinnicius Silva/Cruzeiro

Rodriguinho celebra início no Cruzeiro e admite pensamento na Libertadores

Meia deve ter nova oportunidade de mostrar serviço neste domingo, diante da URT

Redação, Estadão Conteúdo

22 de fevereiro de 2019 | 20h48

Talvez a principal contratação do Cruzeiro para a temporada, o meia Rodriguinho tem agradado em suas primeiras oportunidades com a camisa celeste. Contratado para ser o substituo de Arrascaeta, o jogador afirmou que ainda não está na melhor forma, mas celebrou o início de trajetória no clube.

"Me sinto cada vez melhor. Graças à Deus, fui bem recebido aqui. Treinei na primeira semana muito forte, com aquela readaptação. Consegui entrar na equipe aumentando o tempo de jogo. A evolução na quantidade de tempo e intensidade está boa. Agora, estou me sentindo muito bem para dar continuidade e poder fazer partidas ainda melhores", declarou nesta sexta-feira.

A tendência é que Rodriguinho tenha uma nova oportunidade de mostrar serviço neste domingo, diante da URT, pelo Campeonato Mineiro, quando o técnico Mano Menezes deve levar a campo o time titular. O meia admitiu que a partida é mais uma chance de intensificar a preparação para a estreia na Libertadores contra o Huracán, dia 7 de março, na Argentina.

"A equipe entra com toda força e concentração possível, projetando já o jogo da Libertadores, aumentando a confiança, a parte física, técnica, tudo para que a gente possa ter uma boa estreia na Libertadores", comentou.

Mano fez mistério sobre a equipe que vai a campo no domingo e deixou dúvidas na lateral direita e no ataque. No setor defensivo, Edílson e Orejuela disputam a vaga, enquanto à frente Fred desponta como favorito, mas pode ser substituído por Raniel.

Com Léo poupado, por conta da sequência de jogos, o Cruzeiro deve ir a campo com: Fábio; Edílson (Orejuela), Dedé, Murilo e Egídio; Henrique, Lucas Romero, Robinho, Rodriguinho e Marquinhos Gabriel; Fred.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.