Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians
Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Rodriguinho diz que queda de vantagem preocupa no Corinthians

Meia afirma que situação preocupa, mas lembra que existe muito campeonato pela frente e que o time ainda tem uma boa diferença para o Grêmio

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

21 de julho de 2017 | 07h00

Líder do Campeonato Brasileiro com 37 pontos, o Corinthians viu a vantagem que chegou a ser de dez pontos, cair para seis em comparação ao vice-líder Grêmio. Embora a diferença ainda seja confortável, o meia Rodriguinho admite que a situação começa a preocupar. 

"Lógico que preocupa. Não queríamos ver essa vantagem cair, mas a gente sempre frisa que ainda tem muito campeonato pela frente e essa distância vai oscilar. Tem hora que vai cair e em outras eles (adversários) vão tropeçar também. Mas a gente pretende voltar a somar três pontos o mais rápido possível para pelo menos manter a distância", disse o meia. 

Nas últimas duas rodadas, o Corinthians empatou em casa com o Atlético-PR (2 a 2) e fora de casa com o Avaí (0 a 0). Rodriguinho diz lamentar apenas o resultado diante dos atleticanos, pelo fato de ter deixado dois pontos escaparem na arena. 

"Eu não diria tropeços, mas resultados que não queríamos. A gente dentro de casa tinha a obrigação de ganhar, mas por uma infelicidade tomamos um gol. Fora de casa, o empate não é tão ruim quanto algumas pessoas estão falando", minimizou. 

O Corinthians está invicto no Campeonato Brasileiro e, no total, são 29 jogos de invencibilidade. A equipe alvinegra volta a campo para enfrentar o Fluminense, domingo, às 16h, no Maracanã. 

Notícias relacionadas
Tudo o que sabemos sobre:
Corinthiansfutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.