Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Rodriguinho festeja grande atuação com 2 gols, mas lamenta não poder jogar final

Meia desfalca Corinthians contra Ponte em Itaquera, após receber amarelo em Campinas

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

30 de abril de 2017 | 18h54

Assim que Jadson marcou o segundo gol da vitória do Corinthians sobre a Ponte Preta por 3 a 0, neste domingo, metade do time do Corinthians correu na direção oposta e foi abraçar Rodriguinho, autor da jogada. Foi um reconhecimento simbólico ao jogador que já era o melhor da decisão naquele momento e ainda faria o terceiro gol em Campinas (SP). O herói da primeira final do Campeonato Paulista, no entanto, levou o terceiro cartão amarelo e está fora da decisão, no próximo domingo, no estádio Itaquerão, em São Paulo.

Rodriguinho reconhece que viveu dois momentos distintos, antes e depois da suspensão. "Fiquei triste assim que recebi o cartão. Mas eu pensei comigo que teria de fazer algo diferente já que não jogaria o próximo jogo", afirmou o meia, autor de dois gols e uma assistência.

"Eu decidi que me empenharia ao máximo e ficaria concentrado para tentar aproveitar as oportunidades. Fui abençoado e consegui fazer uma bela partida", afirmou o meia.

Toda a inteligência que Rodriguinho mostrou para ser o dono do jogo faltou no lance em que tomou cartão amarelo. Nervoso por ter perdido a bola, ele simplesmente agarrou o rival em um lance ainda na defesa da Ponte Preta. Indiretamente, o jogador afirma que o cartão foi injusto. "Acho que ele (o árbitro Raphael Claus) poderia ter relevado, como relevou em outras partidas. Naquele momento, eu fiquei muito triste, mas consegui superar no decorrer do jogo".

Na opinião do jogador, a vitória por 3 a 0 deixou o título bem encaminhado. O Corinthians pode perder por até dois gols de diferença. "Felizmente, encaminhamos bem o título", disse o meia.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthians

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.