Ivan Storti/Santos FC
Ivan Storti/Santos FC

Rodrygo comemora marca de jogador mais novo a disputar Libertadores pelo Santos

Com 17 anos, 1 mês e 20 dias, ele superou Cabralzinho, que em 1962 vestiu a camisa alvinegra com 17 anos, seis meses e dez dias

Estadão Conteúdo

02 Março 2018 | 16h06

O jovem atacante Rodrygo entrou em campo no segundo tempo da derrota para o Real Garcilaso por 2 a 0 e se tornou o atleta mais novo a jogar pelo Santos na Libertadores. Com 17 anos, 1 mês e 20 dias de vida, ele superou a idade de Cabralzinho, que em 1962 vestiu a camisa alvinegra no torneio continental com 17 anos, seis meses e dez dias.

+ Confira a tabela da Copa Libertadores

O meia Diego, hoje no Flamengo, também disputou a Libertadores pelo Santos com 17 anos, mas estava a um mês de completar 18. Rodrygo disse que a partida de quarta-feira ficará para sempre em sua lembrança.

"Isso representa muitas coisas, é o meu sonho, né? A Libertadores é uma competição que sempre vi pela TV ou na Vila Belmiro. Poder estar dentro do campo foi a realização de mais um sonho", disse ao site oficial do Santos.

O atacante entrou no lugar de Eduardo Sasha na partida disputada em Cuzco, no Peru, e revelou que sentiu um pouco o nervosismo da competição. "Frio na barriga a gente sempre tem, mesmo sendo na Libertadores, Paulista ou Brasileiro. Acho que a ficha não caiu ainda, mas me sinto muito orgulhoso e espero terminar essa Libertadores com o título", destacou.

Depois da derrota no torneio continental, o Santos volta às atenções para o Campeonato Paulista. No domingo terá o clássico contra o Corinthians, no estádio do Pacaembu. O técnico Jair Ventura ainda não informou se mandará a campo os titulares.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.