Ivan Storti/Santos FC
Ivan Storti/Santos FC

Rodrygo diz que 'melhor homenagem' a Coutinho será Santos jogar de forma ofensiva

Terceiro maior artilheiro da história do clube será homenageado no duelo contra o Novorizontino

Redação, Estadão Conteúdo

15 de março de 2019 | 10h34

Terceiro maior artilheiro da história do Santos, Coutinho morreu na última segunda-feira, aos 75 anos de idade, e deixou o legado de quem é considerado o maior parceiro de ataque que Pelé já teve. Com 368 gols em 457 jogos com a camisa alvinegra, ele terá a sua trajetória no clube lembrada com várias homenagens nesta sexta-feira no duelo que o time fará contra o Novorizontino, às 20h30, no Pacaembu, pelo Paulistão.

Ao comentar o confronto, que será o primeiro da equipe comandada por Jorge Sampaoli após o falecimento do ídolo santista, o atacante Rodrygo disse que atuar de maneira ofensiva neste duelo válido pela penúltima rodada da primeira fase do Estadual será a melhor forma de reverenciar o ex-jogador.

"Todos os jogadores daquela época deixaram esse legado para o clube, de jogar pra cima desde o início. E nós temos que dar continuidade nessa história. A melhor forma de homenagear o Coutinho é jogando pra frente e conquistando a vitória, que é o mais importante", afirmou o atleta, em declarações reproduzidas pelo site oficial do Santos.

Uma vitória nesta sexta-feira também será importante para o Santos no mínimo ficar muito próximo de garantir a liderança geral da primeira fase do Paulistão ou até assegurar por antecipação este posto, o que dará ao time a vantagem de poder atuar como mandante nos confrontos de volta do mata-matas que fará nas quartas de final e até possivelmente em eventuais semifinais e finais.

Dono da segunda melhor campanha do torneio, com 19 pontos, o Red Bull Brasil também jogará nesta sexta-feira, às 18h45, contra o São Bento, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. Caso a equipe não vença o time de Sorocaba, o Santos poderá garantir o topo geral poucas horas mais tarde, pois já está com 23 pontos e chegaria a 26 antes da última rodada desta fase. Assim, não poderia ser alcançado também pelo Palmeiras, que possui o terceiro melhor desempenho no torneio atualmente, com 19 pontos.

"Eles (do Red Bull Brasil) ainda têm chance de chegar em nós, então temos de tentar aumentar essa distância. Vamos jogar como sempre, indo pra cima e buscando a vitória para encaminhar a liderança da chave", reforçou Rodrygo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.