Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

Roger Carvalho vive momento de incerteza no São Paulo

Zagueiro tem contrato de empréstimo até abril e não sabe se permanece no Morumbi

Fernando Faro, O Estado de S. Paulo

20 de março de 2014 | 05h00

SÃO PAULO - Contratado como aposta para resolver os problemas da defesa, Roger Carvalho tem o futuro nebuloso no São Paulo. Com menos de um mês de contrato vigente, ele não sabe se a diretoria pretende renovar o vínculo ou dispensá-lo.

Roger chegou ao Morumbi em setembro do ano passado por empréstimo até o dia 15 de abril e a expectativa era que ele tomasse conta da defesa após passar o ano passado praticamente inteiro em recuperação de uma cirurgia na coxa direita.

Acontece que a evolução tem sido mais lenta do que o imaginado e ele virou última opção para Muricy Ramalho. Nos dois jogos que fez, mostrou não apenas falta de ritmo como também uma condição física bastante inferior aos demais. Contra o São Bernardo, seu último jogo, teve atuação desastrosa e levou a pior em praticamente todas as jogadas. Para a partida contra o Botafogo, ele deve ser apenas opção para o banco apesar do Tricolor jogar com uma equipe totalmente reserva - Paulo Miranda, Edson Silva e Lucas Silva devem jogar.

Pesa, por outro lado, o comportamento exemplar fora de campo. Mesmo sem jogar, o defensor tem impressionado a comissão técnica pela sua dedicação nas atividades e seu profissionalismo é apontado como exemplo aos mais jovens. O salário também não é um impeditivo para sua manutenção; ele recebe na média do elenco.

A diretoria ainda não bateu o martelo e pesa os prós e contras em mantê-lo. Uma ala insiste que, com o tempo, Roger voltará a atuar em alto nível e será extremamente importante para o clube no Campeonato Brasileiro; outros dizem que seu quadro clínico é de difícil reversão e vale mais a pena liberá-lo.

O Tricolor tem uma cláusula de renovação automática. Basta saber se vai querer exercê-la.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.