Roger celebra mudança gremista no 2.º tempo e goleada

Depois da derrota diante do Juventude no sábado, por 2 a 1, o Grêmio se recuperou na última quarta-feira e, ainda com a equipe reserva, goleou o Santa Cruz por 5 a 0, pelo Campeonato Gaúcho. O resultado, no entanto, só foi garantido no segundo tempo, quando a equipe marcou quatro gols. A evolução no desempenho na etapa final, aliás, foi motivo de elogio do auxiliar Roger Machado, que vem comandando o time.

AE, Agência Estado

14 de fevereiro de 2013 | 10h24

"No fim do primeiro tempo a gente produziu bem, pelos dois lados, mas na última parte do campo, por ansiedade, conduzimos demais a bola e deixamos de trocar passes. Isso fez com que o Santa Cruz se fechasse. No intervalo corrigimos o posicionamento, ajeitamos a zaga para evitar o contra-ataque e tentamos continuar criando, principalmente pelos lados do campo", explicou.

Este foi o quarto jogo de Roger no comando do time B gremista neste Campeonato Gaúcho e o auxiliar finalmente conseguiu sua primeira vitória. Depois das derrotas para São Luiz, Internacional e Juventude, o ex-lateral esquerdo do clube gaúcho finalmente pôde comemorar um resultado positivo, mas ele garante que vinha ficando satisfeito com as atuações gremistas.

"Posso traçar um paralelo não só com esse último jogo com o Juventude, mas com esses quatro jogos em que estive à frente. Conseguimos em boa parte do tempo criar, ter produção ofensiva para conseguir a vitória. Em alguns momentos, pela juventude, deixamos de fazer o necessário para vencer e acabamos penalizados com três derrotas. Mas hoje (quarta) sinalizei a importância de estarmos focados nos 90 minutos, já que a vitória nos colocava na disputa para seguir na competição", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato GaúchoGrêmioRoger

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.