Roger, de muletas, diz realizar sonho

Um sujeito de muletas e com a camisa do Corinthians era tão badalado quanto os atletas em campo. Ao chegar na tribuna, deu autógrafos, tirou fotos. No fim do jogo, já no gramado, foi ovacionado e explica porque não comemorou mais o título. "Se estivesse recuperado, estaria sambando, mas não posso", disse o meia Roger, submetido há pouco mais de um mês a uma cirurgia no tornozelo direito."Esperei 27 anos por este momento. Sonhava em ser campeão brasileiro", declarou o jogador, apontado como um dos melhores jogadores da competição. "Tive meu nome gritado mesmo sem estar jogando, vou ser eternamente grato a esse incentivo que me deram."

Agencia Estado,

04 de dezembro de 2005 | 21h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.