Roger evita promessas, mas vê Cruzeiro forte para 2011

Reserva do Cruzeiro na grande maioria dos jogos do time na temporada de 2010, na qual só conseguiu aparecer com algum destaque no final da mesma, o meia Roger afirmou nesta sexta-feira que não pode prometer títulos aos torcedores para 2011. O experiente jogador, porém, mostrou otimismo em um ano vitorioso da equipe que terá a Copa Libertadores como seu primeiro grande objetivo.

AE, Agência Estado

07 de janeiro de 2011 | 14h12

"O Cruzeiro vem pensando de uma maneira cautelosa e certa, no meu ponto de vista. Manteve a base que teve sucesso ano passado, um time de muita qualidade, e acho que tem condições de brigar pelos campeonatos que vai disputar", analisou Roger, para depois garantir que mostrará raça para buscar conquistas em 2011.

"A torcida pode esperar muito trabalho, dedicação e empenho. Lutar sempre até o final como é uma característica nossa e brigar pelos títulos. Eu não sou de prometer nada, penso que nossa obrigação como atleta de futebol é nos empenhar e nos doar ao máximo em cada partida, isso é o que podemos prometer", reforçou, em entrevista reproduzida pelo site oficial do Cruzeiro.

Roger admitiu que esse período de pré-temporada é pouco prazeroso e exige muito dos jogadores, mas destacou a importância dos treinos de início de ano. "Sem dúvida esse momento de pré-temporada é que nos dá base e nos consolida fisicamente para um ano inteiro puxado de forte trabalho. É um pouco chato, mas temos que fazer tudo que é determinado para termos um ano tranquilo", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCruzeiroRoger

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.