Pilar Olivares/ Reuters
Pilar Olivares/ Reuters

Roger fica indignado com pênalti não marcado para o Corinthians: 'Foi ridículo'

Centroavante reclamou de infração de Marcinho em cima dele durante o segundo tempo na derrota para o Botafogo

João Prata, O Estado de S.Paulo

04 Novembro 2018 | 20h07

O centroavante Roger deixou o gramado indignado com o árbitro Leandro Vuaden após a derrota do Corinthians para o Botafogo por 1 a 0 neste domingo, no Engenhão, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro. O motivo: um pênalti não assinalado de Marcinho em cima dele.

“Estou esperando ele (árbitro) dar entrevista depois do jogo. Sempre nós, jogadores, temos que vir aqui justificar. Foi ridículo. Não tinha por que me jogar, estava na bola. Para que serve o árbitro atrás do gol? Foi pênalti claro, eu estava na bola. É ridículo”, resmungou o centroavante, que entrou no segundo tempo da partida.

No lance, Roger esperava por um cruzamento na área e era acompanhado por Marcinho. Quando a bola veio em direção aos dois, o jogador do Botafogo tocou no do Corinthians e ambos caíram dentro da área. Vuaden mandou o jogo seguir.

O técnico Jair Ventura evitou se manifestar. "Sigo sem falar de arbitragem, não sei até quando, mas sigo a linha de não falar de arbitragem", disse na entrevista coletiva.

Depois de um primeiro tempo para ser esquecido, o Corinthians melhorou na etapa final, quando já estava atrás do marcador. Foi quando Roger caiu na área e reclamou de pênalti e foi quando o time teve a única boa chance para deixar tudo igual, aos 49 minutos.

Léo Santos desviou na pequena área e Gatito Fernández fez milagre. Os botafoguenses vibraram como se fosse título. O goleiro voltou à equipe ontem após ficar seis meses afastado por causa de uma lesão no punho direito. “Estou muito feliz, quero agradecer à minha namorada, minha família que está no Paraguai, meus companheiros. Hoje tivemos força e entrega”, disse Gatito.

O resultado manteve o Corinthians em 11º lugar, com 39 pontos, a cinco de distância da zona de rebaixamento. A equipe volta a campo no próximo sábado, no clássico contra o São Paulo, em casa, pela 33ª rodada do Brasileirão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.