Bruno Cantini/Atlético
Bruno Cantini/Atlético

Róger Guedes faz golaços, Atlético-MG goleia Fluminense e sobe à vice-liderança

Clube mineiro é beneficiado pelo empate do Palmeiras com o Ceará e torce por tropeço do líder Flamengo

Ricardo Magatti, especial para a AE, Estadão Conteúdo

10 Junho 2018 | 18h26

Com mais dois gols de Róger Guedes e atuação de destaque do ataque, o Atlético-MG goleou o Fluminense por 5 a 2, de virada, em jogo eletrizante, na tarde deste domingo, no Independência, e subiu à vice-liderança do Campeonato Brasileiro após 11 rodadas.

+ TEMPO REAL - Confira os lances da partida

+ Confira a tabela de classificação do Campeonato Brasileiro

+ Grêmio vence o América-MG em casa e se reabilita no Campeonato Brasileiro

+ Clube uruguaio anuncia negociação de meia com o Atlético-MG

Beneficiado pelo empate do Palmeiras com o Ceará, o time mineiro, com o resultado positivo, é o novo vice-líder na tabela, agora com 20 pontos, atrás apenas do Flamengo, que ainda joga na rodada. O Fluminense, por sua vez, amargou o terceiro revés seguido e caiu para a 12ª posição, com 14 pontos.

Emprestado pelo Palmeiras ao Atlético e pretendido pelo futebol árabe, Róger Guedes comandou mais uma vez a vitória atleticana com dois gols, o que o fez assumir a artilharia isolada da competição, com oito. Ambos foram bonitos. No último, marcado nos minutos finais e que fechou a goleada em Belo Horizonte, o atacante deixou o zagueiro adversário no chão com um drible seco dentro da área antes de finalizar.

"Se for da vontade de Deus eu sair, vou sair. Se for bom para mim e para o Atlético. Não adianta mentir que proposta não tem, pois tem. Estou muito feliz no Atlético, sigo fazendo meu trabalhando. Minha vontade é o momento", disse Guedes, em entrevista ao SporTV, sem garantir sua permanência no Atlético.

Leonardo Silva, Tomás Andrade e Ricardo Oliveira, este de falta, fizeram os outros gols do triunfo mineiro. Gilberto e Pedro, ainda no primeiro tempo, deram esperança de vitória ao time carioca àquela altura da partida.

O JOGO

O primeiro tempo da partida foi muito movimentado, como quase sempre nos jogos do Atlético no Independência. Houve quatro gols, dois para cada lado, com alternância de placar, belos lances e falhas defensivas.

Os mineiros começaram a partida melhor, em cima, como de costume, mas davam muitos espaços e não conseguiam encaixar a marcação. Vendo que poderia aproveitar essa falha do adversário, o Fluminense foi saindo aos poucos ao ataque e conseguiu seu gol com Gilberto. Após cobrança de escanteio, o lateral subiu livre e, meio sem querer, desviou de ombro para o gol, abrindo o placar aos 34 minutos.

O Atlético deu o troco pouco tempo depois, seis minutos precisamente, quando, em uma jogada forte do time, Leonardo Silva foi à área e, como um centroavante, aproveitou cruzamento de Patric para empatar a partida. O defensor chegou ao seu 31º gol em 381 partidas com a camisa atleticana.

A virada não poderia sair dos pés de outro jogador que não fosse Róger Guedes. Aos 45 minutos, o atacante acertou chute no ângulo para colocar o time mineiro à frente do marcador e se isolar na artilheira do torneio. No entanto, o Flu reagiu rapidamente e deixou tudo igual dois minutos depois, com Pedro, que se valeu da bobeada de Patric dentro da área para fuzilar o gol de Victor.

Na etapa final, o time alvinegro exerceu seu domínio e não levou sustos. Fez mais três gols e definiu a fatura. Tomás Andrade, com chute rasteiro, recolocou o Atlético à frente do placar aos 18 minutos. Os dois gols que selaram a goleada saíram nos minutos finais, com Ricardo Oliveira, aos 41, de falta, e outro de Roger Guedes, que anotou mais uma pintura aos 49 minutos. Depois de deixar o zagueiro no chão dentro da área, o atacante finalizou com precisão e tirou a camisa na comemoração para extravasar e ouvir da torcida os gritos de "fica Róger Guedes".

As duas equipes voltam a campo na próxima quarta-feira, em jogos da 12ª rodada do Brasileirão, a última antes da parada para a Copa do Mundo. O Fluminense recebe o Santos no Maracanã, às 19 horas. Já o Atlético mede forças com o Ceará, no Independência, às 21h45.

FICHA TÉCNICA:

ATLÉTICO-MG 5 X 2 FLUMINENSE

ATLÉTICO-MG - Victor; Patric, Leonardo Silva (Bremer), Gabriel e Fábio Santos; Adilson, Gustavo Blanco (Elias), Cazares (Luan), Tomás Andrade e Róger Guedes; Ricardo Oliveira. Técnico: Thiago Larghi.

FLUMINENSE - Júlio César; Nathan, Ibañez e Luan Peres; Gilberto (Sornoza), Douglas, Richard, Jadson e Ayrton Lucas (João Carlos); Matheus Alessandro (Pablo Dyego) e Pedro. Técnico: Abel Braga.

GOLS - Gilberto, aos 28, Leonardo Silva, aos 34, Róger Guedes, aos 45, e Pedro, aos 47 minutos do primeiro tempo. Tomás Andrade, aos 18, Ricardo Oliveira, aos 41, e Roger Guedes, aos 49 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Gustavo Blanco e Róger Guedes (Atlético-MG); Matheus Alessandro, Ibañez (Fluminense).

ÁRBITRO - Flávio Rodrigues de Souza (SP).

RENDA - R$ 246.095,00.

PÚBLICO - 14.476 presentes.

LOCAL - Arena Independência, em Belo Horizonte (MG).

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.