Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Róger Guedes prevê clima de pressão para o Palmeiras no Uruguai: 'Chegaremos firme'

Atacante alerta para ambiente de tensão em jogo desta quarta, contra o Peñarol

O Estado de S. Paulo

25 de abril de 2017 | 16h15

O Palmeiras faz nesta terça-feira, em Montevidéu, o último treino antes de enfrentar o Peñarol, pela Copa Libertadores, e o time espera um jogo bastante disputado. O atacante Róger Guedes disse que o elenco está preparado para um ambiente de muita pressão no estádio Campeón del Siglo, em Montevidéu, em uma espécie de retribuição ao vivido na última semana, no Allianz Parque.

Na ocasião, o time da casa ganhou por 3 a 2 com gols nos acréscimos, em partida marcada pela reclamação de racismo por parte do volante Felipe Melo. "Foi um jogo muito difícil, conquistamos a vitória no último minuto. Com certeza será um jogo muito difícil novamente, mas agora com a pressão deles aqui", disse Róger Guedes em entrevista coletiva no hotel onde o Palmeiras está hospedado na capital uruguaia.

A equipe treina nesta terça no estádio Luis Franzini, em atividade sem a presença da imprensa. O jogo será nesta quarta no estádio Campeón del Siglo, inaugurado pelo Peñarol há cerca de um ano e onde o time da casa deve dar trabalho ao Palmeiras. "Viemos para jogar futebol e sair com os três pontos daqui. Jogaremos como sempre jogamos, indo para cima do adversário", disse. "É jogo de Libertadores, chegaremos firme nas jogadas", contou Guedes.

O Palmeiras é o líder do grupo 5, com sete pontos. O Peñarol está na terceira posição, com três pontos, enquanto o vice-líder é o Jorge Wilstermann, com seis. A equipe boliviana será, aliás, a próxima adversária do Alviverde, em jogo marcado para a próxima semana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.