Felipe Oliveira / EC Bahia
Felipe Oliveira / EC Bahia

Roger Machado reforça a marcação do Bahia para encarar o Avaí em Florianópolis

Bahia aposta na marcação para não ser surpreendido pelo Avaí

Redação, O Estado de S.Paulo

30 de setembro de 2019 | 08h53

O técnico Roger Machado, do Bahia, não perde o respeito e o foco mesmo tendo pela frente o Avaí, um dos times mais cotados para ser rebaixado à Série B. A preparação para o jogo desta segunda-feira, às 20 horas, no estádio da Ressacada, em Florianópolis, pela 22.ª rodada do Campeonato Brasileiro, é tido como mais um desafio.

Por isso mesmo, o técnico não abriu mão de mostrar imagens dos últimos jogos do Avaí em Florianópolis no último treino realizado no CT do Fazendão, em Salvador, no sábado. E quando levou os jogadores ao campo, para acertar posicionamentos e acertar o esquema tático, Roger Machado não permitiu a presença da imprensa.

"Nós temos que respeitar o Avaí, do mesmo jeito que fizemos com o Corinthians em Itaquera ou contra o Botafogo, na última rodada, na Fonte Nova. Todos times merecem respeito, ainda mais quando ele (Avaí) está pressionado e joga diante de sua torcida. São fatores complicadores e que precisamos nos precaver", alertou o técnico.

O seu discurso cauteloso é rapidamente transformado em prática, com uma provável mudança no setor de meio de campo. Para reforçar a marcação, Ronaldo deve entrar na vaga do venezuelano Guerra, atuando ao lado dos volantes Flávio e Gregore. É desta forma que Roger Machado tem escalado o seu time em jogos fora de casa, mas preservando o trio ofensivo. Élber segue no lugar de Lucca ao lado de Artur e Gilberto, vice-artilheiro da competição com 11 gols, somente atrás de Gabriel, do Flamengo, com 18.

O resultado deste esquema 4-3-3 tem sido bom porque o Bahia iniciou a rodada com a quarta melhor defesa, tendo sofrido apenas 18 gols. Um marca que o goleiro Douglas Friedrich garante ser produto do futebol coletivo do time. "Nosso time é muito solidário, que marca de forma muito humilde e respeitosa diante de qualquer equipe que tenha pela frente", disse.

O goleiro foi muito requisitado nesta semana porque ele começou a carreira no Avaí e sabe os segredos do time catarinense. Tanto que ele não espera uma missão fácil na Ressacada. "Acho que vai ser um jogo muito duro, mesmo porque o Avaí tem feito bons jogos diante de sua torcida. Mesmo sofrendo na tabela, eles têm sido muito competitivos", resumiu.

AVAÍ NÃO JOGA A TOALHA

Se existe algo que nunca parece ter fim com o técnico Alberto Valentim é a confiança no trabalho. A goleada do Avaí sofrida para o Grêmio por 6 a 1, na rodada passada, não tira o ânimo de voltar a vencer no Campeonato Brasileiro. Ele quer os jogadores de cabeça erguida contra o Bahia e vai promover algumas mudanças e não abrirá mão de escalar três atacantes no esquema 4-3-3.

"O que passou, passou. Temos que pensar sempre no próximo jogo, sempre em dar o melhor e sempre em vencer. O resultado no Sul foi atípico, mas é preciso reconhecer a força do Grêmio dentro de seu campo. É hora da gente mostrar que também somos fortes em nosso campo", discursou Valentim, na tentativa de animar a todos, principalmente os seus jogadores.

Com apenas 16 pontos, o time catarinense não vai conseguir sair da zona de rebaixamento mesmo se vencer, porém vai continuar sonhando com a sua terceira vitória na competição. Por enquanto, venceu os times alternativos do Athletico-PR, fora, e do Atlético-MG, em casa, ambos por 1 a 0.

Em relação ao time, algumas mudanças estão certas. O lateral-direito Léo e o zagueiro Ricardo, que cumpriram suspensão automática, retornam nas vagas de Iury e Zé Marcos, respectivamente. Lucas Frigeri vai assumir o gol, uma vez que Vladimir machucou o joelho em Porto Alegre.

Recuperado de dores musculares, Lourenço deve voltar ao ataque no lugar de Ferrareis. A principal dúvida, porém, está no meio de campo, onde João Paulo pode ter uma nova chance como titular no lugar de Matheus Barbosa.

Com a sequência de jogos e viagens, a comissão técnica pegou leve neste final de semana. A sexta-feira foi livre, no sábado apenas quem não jogou treinou e a última movimentação ocorreu neste domingo. Um treino de posicionamento, seguido de um descontraído rachão, uma forma de relaxar antes dos momentos tensos do jogo.

FICHA TÉCNICA

Avaí x Bahia

Avaí: Lucas Frigeri; Léo, Betão, Ricardo e Igor Fernandes; Pedro Castro, Richard Franco e João Paulo (Matheus Barbosa); Caio Paulista, Lourenço e Jonathan. Técnico: Alberto Valentim.

Bahia: Douglas; Nino Paraíba, Lucas Fonseca, Juninho e Moisés; Gregore, Flávio e Ronaldo; Artur, Élber e Gilberto. Técnico: Roger Machado.

Local: Ressacada, em Florianópolis

Horário: 20h (horário de Brasília)

Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)

 

Para Entender

Programação de tv

Veja as principais atrações esportivas do dia

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.