Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians
Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Roger marca, mas 'mistão' do Corinthians cede empate ao Sport

Atacante faz seu primeiro gol pelo alvinegro, mas time alternativo não segura vantagem na Arena Pernambuco

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

20 de maio de 2018 | 18h21

O primeiro gol do centroavante Roger pelo Corinthians não foi suficiente para a equipe conseguir a vitória diante do Sport, na Arena Pernambuco, neste domingo. Com um time misto, o Corinthians abriu o placar com um gol de cabeça do atacante, mas cedeu o empate para o time pernambucano. No final, 1 a 1. O Corinthians desperdiçou a oportunidade de se tornar líder do Campeonato Brasileiro e está em terceiro lugar; o Sport, o 10º colocado. 

+ TEMPO REAL - Sport 1 x 1 Corinthians

+ 'Não chegou proposta oficial', diz Carille sobre possível saída

Sem Cássio, Balbuena, Jadson, Rodriguinho e Romero, que foram poupados após a viagem à Venezuela e não viajaram a Recife, a equipe do Corinthians obviamente perdeu a força coletiva. Isso já era esperado pelo técnico Fabio Carille. A máxima de que as peças que entram em um esquema definido conseguem manter o ritmo valeu apenas para o início do jogo. O Corinthians começou bem, com movimentação, mas perdeu o controle do jogo rapidamente. 

Os erros na troca de passe prejudicaram a construção das jogadas. Dos dois lados. No final do primeiro tempo, foram 32 erros - 19 dos paulistas. Com tantas falhas, a partida não se notabilizou por grandes chances. Foi apenas movimentada no primeiro tempo. A dinâmica do jogo pode ser resumida em poucas frases: o time pernambucano ficou a bola, mas não conseguiu superar as duas linhas de marcação do Corinthians. 

Os pontos fora da curva dessa simplificação foram as jogadas individuais. Aos sete minutos, Mantuan driblou três rivais e chutou bem, mas para fora. Do outro lado, os pernambucanos apostaram nas jogadas pelo lado. Na melhor delas, Everton Felipe cruzou da direita, a bola passou por todo mundo, e Gabriel mandou por cima do gol. 

O Sport promoveu a estreia jogadores experientes, com passagens em grandes clubes do futebol brasileiro. O atacante Rafael Marques, que passou por Palmeiras e Cruzeiro, fez sua estreia discreta na etapa inicial. Michel Bastos, que também passou pelo Palmeiras, entrou na etapa final. 

+ São Paulo domina clássico e bate o Santos com gol de Diego Souza

No segundo tempo, o Corinthians encontrou uma alternativa à construção das jogadas com a bola no chão: a bola aérea. Após cobrança de escanteio de Mateus Vital, Roger marcou um gol de cabeça em uma jogada típica de centroavante. Ele subiu mais que a zaga e testou de olhos abertos, como manda o almanaque dos centroavantes. Foi seu primeiro gol com a camisa corintiana no terceiro jogo, o segundo como titular. 

O Sport respondeu rapidamente. Dez minutos depois, Rogério fez grande jogada, deixou o lateral Juninho Capixaba no chão, e cruzou para Carlos Henrique, que havia acabado de entrar. Ele finalizou bem e empatou o jogo: 1 a 1.  

Os dois times diminuíram o ritmo na fase final da partida. Carille tentou melhorar a passagem do meio ao ataque colocando Maycon no lugar de Paulo Roberto e Sheik na posição de Mateus Vital. Não foi suficiente para o time buscar o segundo gol e a liderança do Brasileirão. 

FICHA TÉCNICA

SPORT 1 x 1 CORINTHIANS

SPORT: Magrão; Claudio Winck, Ronaldo Alves, Ernando e Sander; Anselmo, Neto Moura (Deivid), Gabriel e Everton Felipe (Carlos Henrique); Rafael Marques e Rogério (Michel Bastos). Técnico: Claudinei Oliveira.

CORINTHIANS: Walter, Mantuan, Pedro Henrique, Henrique e Capixaba; Paulo Roberto (Maycon), Gabriel, Mateus Vital (Sheik), Pedrinho (Marquinhos Gabriel) e Júnior Dutra; Roger. Técnico: Fabio Carille.

GOLS: Roger, aos 9 e Carlos Henrique aos 18 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO: Wilton Sampaio (GO).

AMARELOS: Paulo Roberto, Capixaba, Ernando, Carlos Henrique.

PÚBLICO: 28.942 pessoas.

RENDA: R$ 593.910,00.

LOCAL: Arena Pernambuco.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.