Washington Alves/Dibvulgação
Washington Alves/Dibvulgação

Roger marca na estreia e Cruzeiro vence Atlético-MG

Com a vitória, o Cruzeiro chegou aos 12 pontos e encostou no líder do Estadual, o Democrata-GV

Eduardo Kattah, Agência Estado

20 Fevereiro 2010 | 19h45

Diante de mais de 41 mil pagantes e com um golaço do estreante Roger, o Cruzeiro venceu neste sábado o rival Atlético-MG por 3 a 1, mantendo assim a escrita de quase três anos sem derrota no clássico pelo Campeonato Mineiro.

Com a vitória, o Cruzeiro chegou aos 12 pontos e encostou no líder do Estadual, o Democrata de Governador Valadares, que tem um ponto a mais. O Atlético, que conheceu seu primeiro revés na competição, permanece com seis pontos, em posição intermediária na tabela.

O time de Vanderlei Luxemburgo começou melhor e por pouco não abriu o placar aos 10 minutos, mas o zagueiro Leonardo Silva evitou quase na linha um belo gol do atacante Diego Tardelli, que encobriu o goleiro Fábio. Embora a equipe alvinegra fosse mais ofensiva, foi o Cruzeiro quem marcou primeiro, aos 22 minutos. Após cobrança de escanteio, o zagueiro Gil escorou de cabeça, o lateral Leandro tentou cortar e enganou o goleiro Carini.

O Atlético, porém, não demorou para reagir e empatou oito minutos depois. O lateral Coelho cobrou falta e o zagueiro equatoriano Jairo Campos - grande destaque atleticano - concluiu duas vezes para superar Fábio. Aliás, foi o goleiro cruzeirense, com importantes defesas, quem evitou um resultado negativo no primeiro tempo.

Na etapa final, logo aos dois minutos, Tardelli fez o segundo, mas o árbitro Renato Cardoso da Conceição assinalou impedimento, para a revolta dos atleticanos.

Faltando 20 minutos para o fim, os dois técnicos apostaram. Vanderlei Luxemburgo mandou a campo Obina, retornando ao esquema com três atacantes, enquanto Adilson Batista promoveu a estreia do meia Roger.

Outro zagueiro, Leandro Silva, aos 31, colocou o Cruzeiro novamente na frente. Em mais uma jogada de bola parada, após cobrança de escanteio, ele cabeceou para fazer 2 a 1. Aos 43, Roger marcou sua estreia com um bonito chute de fora da área, surpreendendo Carini e definindo a vitória do Cruzeiro. "Foi melhor do que a gente esperava", comentou o meia.

A torcida azul aproveitou para ironizar o técnico atleticano, que deixou o campo irritado. "Ao meu ver, sem tirar o mérito do Cruzeiro, o árbitro foi o grande responsável (pela derrota do Atlético)", afirmou Luxemburgo, reclamando do gol anulado de Tardelli.

BRIGA

Os jogadores entraram em campo com camisas pedindo paz no futebol mineiro. Mas antes da partida, torcedores dos dois times entraram em confronto na região oeste de Belo Horizonte.

No início da tarde, cerca de 100 torcedores do Atlético e aproximadamente 50 do Cruzeiro provocaram um tumulto em frente a uma subsede da organizada celeste Máfia Azul, no bairro Betânia. A Polícia Militar utilizou até um helicóptero para dispersar a confusão. Quatro pessoas foram presas e um menor apreendido. Antes de a bola rolar, a PM registrou também confrontos nas imediações do Mineirão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.