Roger não volta a jogar pelo Flu

O presidente do Fluminense, David Fischel, se reuniu nesta segunda-feira com a empresária do meia Roger, Marlene Mattos, e acertou o parcelamento da dívida que o clube tem com o jogador. Os valores da negociação não foram revelados. Com isso, Roger não atuará mais com a camisa tricolor. Ele está na Europa e ainda não havia sido comunicado sobre o acordo. A diretoria do Fluminense também está estudando se entrará com uma representação junto à Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj) contra o árbitro Jorge Rabelo. Após a vitória sobre o Volta Redonda, por 2 a 1, os jogadores tricolores reclamaram do juiz, dizendo que ele passou a partida ofendendo-os.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.