Roger pede paciência à torcida do São Paulo

O empate entre São Paulo e Sertãozinho irritou a torcida tricolor presente em Ribeirão Preto. E um dos jogadores mais vaiados era o atacante Roger, que retornou à equipe no início deste ano. Demonstrando tristeza com as críticas, ele pediu paciência à torcida.

AE, Agencia Estado

31 de janeiro de 2010 | 22h23

"Eu me sinto pressionado (para jogar bem). Se desanimar, aí é que as coisas não acontecem mesmo. O torcedor tem o direito de cobrar porque torce para o São Paulo, que foi tricampeão brasileiro. Mas precisa apenas ter um pouco mais de paciência porque daqui a pouco define os titulares e aí estabiliza", afirmou o centroavante.

O revezamento entre os titulares promovido por Ricardo Gomes, aliás, foi defendido pelo meia Jorge Wagner. "Esse revezamento que o professor está fazendo vai dar certo. Fica de lição que não tem jogo fácil, temos de entrar sempre firmes", avaliou o jogador.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.