Roger se irrita com a reserva do Flu

De principal jogador do time a opção no banco de reservas. Esta é a situação do meia Roger atualmente no Fluminense. Nesta quinta-feira, ele treinou 30 minutos no time titular e foi substituído por Juca. Diante disso, se recusou a usar o colete da equipe reserva, abandonou o treinamento, foi para o vestiário e, em seguida, saiu do clube sem conceder entrevistas.O técnico Alexandre Gama não gostou da atitude de Roger. Mas evitou criticá-lo abertamente para não criar uma nova crise de relacionamento no Fluminense. Ele, no entanto, não confirmou se Roger será titular no jogo contra a Ponte Preta, sábado, no Maracanã."É hora de buscarmos a classificação para a Copa Sul-Americana. Tem jogador que sabe que tem condições de ser titular, mas não está rendendo bem", declarou Alexandre Gama. "Jogador triste não rende. Sempre disse que contava com Roger e agora vou avaliar todos os fatores."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.