Roger: ?Será preciso homens caráter?

O meia Roger chamou a responsabilidade para os jogadores e pediu honra ao time do Corinthians para sair da crise em que o time mergulhou após a goleada para o São Paulo, por 5 a 1, neste domingo, e a eliminação da Copa do Brasil, na quinta-feira. "Os jogadores podem reverter isso. Vai ser preciso homens de honra e caráter", afirmou o meia, ainda no gramado, após o jogo. "A torcida está certa em criticar, em cobrar e xingar. Tem total razão, até pelo time que o Corinthians tem." Roger foi bastante criticado na derrota para o Figueirense, pela Copa do Brasil, quando se especulou até que teria feito corpo mole e desperdiçado de propósito sua cobrança na decisão por pênaltis, em represália ao técnico Daniel Passarella, que o afastou do time titular e o colocou apenas no segundo tempo. Neste domingo, foi um dos que mais correu, desde o início, alternando posição com Carlos Alberto."O jogo foi definido nos primeiro minutos. Teve o pênalti, depois bati a falta, foi no travessão, na linha e saiu. No lance seguinte, falta para eles e gol, 2 a 0. Isso desestruta qualquer equipe", disse Roger."Não é falta de correr. Todo mundo correu, mas quando começa a perder, com um time desse e uma torcida dessa, a coisa começa a se desorientar, todo mundo corre desorientado. Tem que ter calma, coragem e inteligência agora." No meio do segundo tempo, quando a torcida corintiana se revoltou e alguns invadiram o gramado, Roger abraçou um torcedor e, em seguida, se aproximou do alambrado e fez sinal para os torcedores se levantarem."Peguei o garoto para ninguém agredi-lo. Quis mostrar para a torcida que eu estava do lado deles. Eu sou o primeiro a cobrar, estou revoltado comigo mesmo, com o time", disse o meia. "Estou triste pelo jogo, principalmente com essa goleada. Foi um jogo diferente. Mas tenho certeza que a gente ainda vai dar muita alegria para essa torcida", afirmou. "Num momento desse tem que ter atitude. Só homens de atitude podem reverter isso."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.