Cesar Greco/ Ag. Palmeiras
Cesar Greco/ Ag. Palmeiras

Roger valoriza pausa para a Copa e reconhece necessidade de ajustes no Palmeiras

Palmeiras empatou com o Flamengo por 1 a 1 na última partida antes do Mundial da Rússia

Matheus Lara, O Estado de S.Paulo

14 Junho 2018 | 00h17

O técnico Roger Machado fez uma boa avaliação da atuação do Palmeiras no empate com o Flamengo por 1 a 1 nesta quarta, no Allianz Parque. Para ele, o duelo foi de alto nível e a partida do returno medirá as forças de duas equipes que brigam pelo título brasileiro.

Com confusão e seis expulsos no fim, Palmeiras e Flamengo empatam

"Foi um grande jogo, um clássico de duas equipes que brigam pelo título, o Palmeiras vindo em uma reação de sete pontos em três jogos. Era importante vencer hoje, mas sabíamos da dificuldade. Foi um jogo franco, bonito", analisou. "Gostei muito do desempenho, nem tanto pelo resultado. Pelas oportunidades que criamos, a gente poderia ter vencido. O confronto vai ter novamente, no segundo turno e vamos poder medir forças."

O treinador desconversou sobre a confusão generelizada no fim do jogo, após desentendimento entre Dudu e Cuéllar. Seis foram expulsos após o empurra-empurra. " Na confusão a iniciativa foi só de separar para não estragar o espetáculo, que foi de grande nível. Não acho que foi descontrole. O árbitro conseguiu visualizar quem se envolveu e excluiu do jogo."

Roger reconheceu que o Palmeiras passa por uma fase instável, mas demonstrou otimismo para a sequência da temporada. O calendário para nesta quinta e só volta no dia 18 de julho, após o Mundial da Rússia.

"Os momentos de instabilidade vão existir sempre. Um mês é de um time, no outro um ascende, outro diminui o ritmo. É natural em ano longo. Há o que corrigir, sem dúvida, precisamos do equilíbrio, mas acho que estamos fazendo grandes jogos e em alguns momentos perdemos o controle do jogo, não emocional."

O técnico valorizou a parada para a Copa e disse que fará ajustes no time alviverde. "A parada vai ser propícia para ter um ganho de parte tática, técnica e física. A parada serve para tudo. Reavaliar em todos os aspectos, todos os atletas."

Após a parada, o Palmeiras pega de cara o Santos no Pacaembu, na quinta, 19 de julho. O Flamengo recebe o São Paulo um dia antes no Maracanã.

Mais conteúdo sobre:
Palmeiras

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.