Roger vê 'empate excelente' no Grêmio e diretor decreta: 'Volta da imortalidade'

O Grêmio foi à Argentina para enfrentar o San Lorenzo na última terça-feira sonhando com uma vitória, saiu de campo apenas com um empate, mas as condições da partida fizeram com que jogadores, comissão técnica e diretoria considerassem o resultado heroico. Depois de sofrer o primeiro gol com apenas dois minutos e ver o adversário pressionar e perder chances incríveis, muito em função da grande atuação de Marcelo Grohe, o time brasileiro arrancou o 1 a 1 aos 44 minutos do segundo tempo.

Estadão Conteúdo

16 de março de 2016 | 09h46

O resultado foi tão comemorado, que o diretor de futebol do Grêmio, César Pacheco, chegou a garantir que o clube voltou a ter a aura de "imortal" que a torcida tanto se orgulha e que marcou algumas de suas conquistas ao longo da história. "Declaro que a imortalidade está voltando novamente", disse ele após a partida.

Já o técnico Roger Machado foi bem mais ponderado. Ele também comemorou o resultado, que classificou como "excelente", mas criticou a atuação de seus comandados e admitiu que o Grêmio terá que evoluir bastante se quiser avançar à segunda fase da Libertadores sem maiores sustos.

"Foi um resultado excelente, mas a atuação, nem tanto. Era um jogo decisivo para a gente e para o adversário. Eles saíram e conseguiram o gol logo a dois minutos, isso atrapalha qualquer estratégia. Entre alguns momentos de lucidez e outros nem tanto, o empate veio no final do segundo tempo, fora de casa. Comemoro muito o empate, que nos deixa bem vivos na competição. O jogo não foi com qualidade técnica grande, mas foi típico de Libertadores", comentou o treinador.

Com o empate, o Grêmio tem cinco pontos no Grupo 6 da Libertadores, atrás do Toluca, que já soma sete. A equipe mexicana só joga pela quarta rodada daqui a três semanas, recebendo a LDU, que, assim como o San Lorenzo, tem três pontos. O Grêmio só volta a jogar pela Libertadores em 13 de abril, contra a LDU, em Quito. Depois, fecha a primeira fase em casa contra o Toluca.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.