Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Rogério Ceni aceita vaias da torcida após nova derrota do São Paulo

Centenas de torcedores também protestaram contra a equipe na saída do Morumbi

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

17 de abril de 2017 | 07h32

O técnico Rogério Ceni considerado "aceitável" o fato de o time do São Paulo ter sido vaiado após a derrota para o Corinthians, por 2 a 0, neste domingo no Morumbi. Foi a segunda derrota seguida do São Paulo dentro de casa - a equipe havia perdido para o Cruzeiro pelo mesmo placar, na Copa do Brasil, na quinta-feira. Além das vaias dentro do estádio, centenas de torcedores protestaram na saída do Morumbi após a derrota.

"Eu sou profissional, estou aqui para fazer o melhor para o clube. A manifestação é normal, o torcedor é impulsivo, quer a vitória do seu time. É completamente aceitável. O meu trabalho eu tenho consciência que está sendo feito da melhor maneira possível para o São Paulo. Mas sei que duas derrotas são ruins para qualquer treinador", disse o treinador, que reconheceu a superioridade do adversário.

"No primeiro tempo, faltou competir um pouco mais. O Corinthians teve mais pegada. Na segunda etapa, não faltou empenho", afirmou o goleiro Rogério Ceni, lembrando que a equipe "cruzou 39 bolas na área do Corinthians".

Para chegar à decisão do Campeonato Paulista, o São Paulo precisa vencer o Corinthians por três gols de diferença no próximo domingo, na Arena Corinthians. Se vencer por dois gols, a decisão da vaga será nos pênaltis.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.