Rubens Chiri/SPFC
Rubens Chiri/SPFC

Rogério Ceni motiva e garotada de Cotia responde: 'Gosto de quem tem fome de títulos'

Dos quatros gols marcados diante do São Bernardo, três foram marcados por jovens da base

Redação, Estadão Conteúdo

23 de março de 2022 | 10h24

A história de 25 anos de Rogério Ceni como goleiro do São Paulo é uma das responsáveis pelo bom desempenho dos garotos vindos do centro de treinamento das categorias de base de Cotia neste Campeonato Paulista. A idolatria do treinador no clube está motivando os jovens que seguem suas orientações, muitos até por serem fãs do ex-jogador.

"O que move este time é a energia. Gosto de quem tem fome de títulos. Não é fácil, em uma partida decisiva, única, você sair atrás no placar e ter tranquilidade e força para buscar o resultado após os 30 minutos do segundo tempo", disse o treinador são-paulino.

Dos quatro gols diante do São Bernardo, três foram marcados por jogadores formados em Cotia: Nestor, Pablo Maia e Marquinhos. "Eles têm muito talento, mas sabem também jogar em grupo. Tivemos gols em jogadas muito bem feitas, com tabelas e boas trocas de bola", afirmou Ceni. "Acho que tivemos nossa melhor partida ofensiva, criando muitas oportunidades."

Rogério lembrou que chegou ao Morumbi com 17 anos e entrou para o time profissional aos 19. "Eu dormi quatro anos embaixo das arquibancadas. A gente tinha pão e margarina. Tinha duas opções: comia ou não. Cotia é uma beleza, tem tudo. Lá o São Paulo forma seus jogadores e também consegue fazer bons negócios."

Com a classificação garantida para a semifinal, o São Paulo aguarda a definição das quartas para descobrir quem será o seu adversário na luta por uma vaga na final. O dono da melhor campanha enfrenta o quarto mais bem posicionado na classicação geral, enquanto o segundo encara o terceiro. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.