José Patrício/Estadão
José Patrício/Estadão

Rogério Ceni comemora atuação decisiva em empate na Vila Belmiro

Goleiro são-paulino, com 42 anos, fez grandes defesas contra o Santos, garantindo o 0 a 0 pela 4ª rodada do Campeonato Paulista

GONÇALO JUNIOR, O Estado de S. Paulo

12 de fevereiro de 2015 | 00h49

Melhor jogador em campo e responsável direto pelo placar de 0 a 0 no clássico entre Santos e São Paulo, em rodada do Campeonato Paulista, o goleiro Rogério Ceni admitiu que teve uma atuação memorável na noite desta quarta-feira, na Vila Belmiro.

"Joguei bem, sim. Tive uma boa atuação, condizente com aquilo que o time apresentou nos primeiros 30 minutos", afirmou o goleiro são-paulino.

Na avaliação do arqueiro, o São Paulo foi bem no início do jogo, mas permitiu que o Santos dominasse a partida na etapa final. Aos 33 minutos, ele fez duas defesas incríveis, que garantiram o resultado e entraram para a lista das melhores de sua carreira. "Estou feliz com a minha atuação, mas gostaria de estar melhor fisicamente", lamentou o goleiro.

Ceni tem feito um treinamento especial para suportar a maratona de jogos aos 42 anos. "As lesões acabam maltratando o corpo e temos dificuldade de recuperação. Isso é natural. Não dá para lutar contra", diz o goleiro, que cogitou abandonar os gramados no fim do ano passado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.