Rogério Ceni critica preparo físico do time

Para o goleiro do São Paulo, Rogério Ceni, faltou preparo físico à equipe na etapa final, o que, segundo ele, foi fundamental para que o time paulista cedesse o empate. ?No segundo tempo nós morremos em campo", avaliou. "Se você não tiver bola no pé, se você não tiver posse de bola, fica difícil. No segundo tempo nós tomávamos a bola e era chutão para a frente e vinha Cruzeiro. Aí é muita pressão e complica. Uma hora estoura lá atrás", reclamou o goleiro. O meia Kaká, que teve participação direta no gol de Gustavo Nery, também não escondeu a insatisfação com o resultado. "Pela circunstância do jogo, acho que esse empate teve um sabor de derrota." Pelo lado do Cruzeiro, Alex reclamou da arbitragem do catarinense Giulliano Bozzano, que ele considerou ?muito confusa".?Complica muito o jogo desse jeito." Embora não a tenha classificado de ?tendenciosa", o técnico Vanderlei Luxemburgo também demonstrou não estar satisfeito com a atuação de Bozzano. ?Foi uma arbitragem ruim." Alex, porém, acredita que o saldo do Cruzeiro no confronto com o time paulista é positivo e deve ser levado em conta. ?A conta que nós temos de fazer é a seguinte: nós disputamos seis pontos contra o São Paulo e ganhamos quatro", disse, se referindo à vitória no Morumbi, no primeiro turno. ?O resultado não foi ruim. Do outro lado tem um grande time."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.