Rogério Ceni defende 'esforço' de Adriano dentro de campo

Goleiro diz que Imperador, mesmo sem marcar gol diante do Mirassol, fez uma boa partida pelo São Paulo

Redação,

02 de março de 2008 | 20h50

Rogério Ceni defendeu neste domingo o atacante Adriano, que causou turbulência no ambiente do São Paulo na última sexta-feira, quando chegou atrasado ao treino e ameaçou bater num fotógrafo. Para o goleiro, o Imperador é um jogador esforçado e tem trabalhado para o grupo. Veja também: São Paulo derrota Mirassol e retorna ao G-4 do Paulistão Neste domingo, Adriano teve uma atuação apagada na vitória do São Paulo sobre o Mirassol por 2 a 1, resultado que deixou o time entre os quatro primeiros do Campeonato Paulista - em toda a competição, o Imperador marcou apenas quatro gols. "O Adriano não fez gol e vocês dizem que ele não foi bem, mas posso afirmar claramente que ele contribuiu conosco", explica Rogério. "Tem dia que ele faz gol, outro que ele passa em branco. Neste domingo, ele teve oportunidades, participou do jogo, correu... Enquanto ele estiver aqui, vai nos ajudar." O São Paulo volta a campo nesta quarta-feira pela Copa Libertadores para enfrentar o Audax Italiano, do Chile, no Morumbi. O volante Hernanes espera que o cansaço não interfira no desempenho do time. "É uma maratona dura, o que é natural. Por isso temos de nos concentrar para não quebrar a seqüência."

Tudo o que sabemos sobre:
São Paulo FCRogério CeniAdriano

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.