Reprodução/Fortaleza Twitter
Reprodução/Fortaleza Twitter

Rogério Ceni deixa o comando técnico do Fortaleza e acerta com o Cruzeiro

No time cearense, técnico conquistou o Estadual, a Copa do Nordeste e a Série B do Brasileirão de 2018

Redação, Estadão Conteúdo

11 de agosto de 2019 | 12h10

Rogério Ceni não é mais o técnico do Fortaleza. Ele vai dirigir o Cruzeiro. O anúncio foi feito, neste domingo, pelo próprio clube cearense em suas redes sociais. O time mineiro vai pagar a multa rescisória do treinador.

O ex-goleiro do São Paulo assumiu o cargo no início do ano passado e conquistou três títulos: Série B do Brasileiro, Copa do Nordeste e Campeonato Cearense. Ceni não vai dirigir o Fortaleza nesta segunda-feira, diante do CSA, em Maceió, pela 14.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Ceni vai substituir Mano Menezes no Cruzeiro, que deixou a frente do time na quarta-feira, após a derrota para o Internacional, por 1 a 0, no jogo de ida das semifinal da Copa do Brasil, no Mineirão.

Agora confirmado como técnico do Cruzeiro, Rogério Ceni ficou perto de assumir o arquirrival Atlético-MG. Ele recebeu uma proposta no final de abril, mas, em bom momento à frente do Fortaleza, preferiu permanecer no clube cearense. 

Eliminado na Copa Libertadores e em situação complicada na Copa do Brasil, o Cruzeiro está na zona de rebaixamento do Brasileiro, em 17.º lugar, com apenas dez pontos. Ceni deixa o Fortaleza em 14.º, com 13 pontos.

Em Belo Horizonte, além do desafio de tirar a equipe mineira da zona de rebaixamento do Brasileirão, o novo técnico tentará levar os seus comandados à final da Copa do Brasil, competição da qual o Cruzeiro é o atual bicampeão. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.