Ernesto Rodrigues/Estadão
Ernesto Rodrigues/Estadão

Rogério Ceni deve ter mais 15 jogos e encerrar carreira no Horto

Goleiro do São Paulo vai jogar mais dois clássicos até se aposentar

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

15 de maio de 2015 | 09h00

A contagem regressiva para o fim da carreira de Rogério Ceni começou a partir do instante em que o goleiro se despediu da possibilidade de conquistar mais um título. Com a eliminação do São Paulo da Copa Libertadores, o goleiro de 42 anos deve ter mais 15 jogos a disputar e caso termine a carreira no fim do contrato, em 6 de agosto, se despede do futebol contra o Atlético-MG.

O jogo no estádio Independência, em Belo Horizonte, pode marcar o fim de uma história vitoriosa de 25 anos no São Paulo. Até lá, o goleiro tem pela frente outras 14 partidas pelo Campeonato Brasileiro.

Antes do Atlético-MG, Rogério Ceni tem na semana anterior a chance de se despedir do Morumbi. O adversário será o Cruzeiro, mesmo algoz que eliminou o Tricolor da Libertadores na última quarta-feira, nos pênaltis. "Vimos o Rogério bastante abatido no vestiário, estava chorando. Mas depois ele deu uma palavra com o grupo, agradeceu pelo fato de na fase anterior temos batalhado para se classificar", contou o meia Michel Bastos.


Nesta quinta-feira Rogério Ceni descartou a possibilidade de ficar mais tempo no clube e lamentou encerrar a carreira sem poder disputar mais títulos. De consolo, resta a chance de jogar pelo menos dois clássicos até agosto. No dia 3 de junho o São Paulo recebe o Santos no Morumbi e no dia 21 encara o Palmeiras, no Allianz Parque.

Em entrevista à Fox Sports no começo desta semana o presidente do São Paulo, Carlos Miguel Aidar, detalhou como será o futuro de Rogério Ceni. Depois da aposentadoria o jogador planeja passar uma temporada nos Estados Unidos, onde tem casa, e aperfeiçoar o inglês. Em 2016 ele deve fazer cursos de gestão na Europa para no ano seguinte retornar ao clube do Morumbi para trabalhar como dirigente.

No fim de junho o goleiro vai começar a participar de eventos com torcedores. A iniciativa é da agência de viagens do São Paulo e consiste em organizar jogos no Morumbi com fãs são-paulinos. Ceni vai participar de duas partidas em junho e vai atuar na linha. Cada participante pagou R$ 4,8 mil pela oportunidade de atuar ao lado do ídolo em partida festiva que terá também a presença de ex-jogadores.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão Paulo FCRogério Ceni

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.