Rogério Ceni está preocupado com o time do São Paulo

'Se o torcedor são-paulino acha que será fácil [Libertadores], não será', avisa o goleiro são-paulino

Redação,

21 de fevereiro de 2008 | 22h10

Apesar da vitória por 2 a 1 diante do Paulista, recolocando a equipe na terceira posição do Paulistão, o goleiro Rogério Ceni demonstrou muita preocupação com o elenco atual do São Paulo.Veja também: Classificação Calendário / Resultados  Borges desencanta e São Paulo retorna à terceira posição São Paulo confirma a contratação de lateral do NoroesteLogo após o jogo, o goleiro não escondeu e mostrou sua frustração com o futebol demonstrado pela equipe."Não estamos jogando um futebol fora do comum. A equipe está jogando com muita garra, mas ainda não encontramos nossa cara, e não temos uma equipe pronta para a Libertadores, e tudo é preocupante."Para o goleiro são-paulino, falta 'espiritualidade' à equipe: "O time terá que evoluir tecnicamente e espiritualmente como um conjunto. 'Alma' é uma coisa que você vai adquirir", disse Rogério Ceni, que isentou qualquer jogador de culpa pelo futebol fraco dos últimos jogos. "Todos estão se esforçando muito, mas precisamos de um conjunto. É isto que ainda falta. Um modo de marcação, ataque, mas é difícil, pois a equipe mudou muito, mas temos ótimos jogadores. O Zé Luís fez uma grande partida. O Richarlyson é forte na marcação e tivemos uma posse de bola maior, o que mostra que podemos jogar de forma diferente [equipe jogou com dois zagueiros]. Uma pena o Aloísio sair machucado, mas teremos o Adriano." A preocupação de Rogério Ceni, no entanto, não tem fim, chegando ao ápice do goleiro deixar um recado à torcida: "Se o torcedor são-paulino acha que será fácil [A Libertadores], não será."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.