Rogério Ceni: "Foi a vitória da raça"

Rogério Ceni deixou o campo, depois da vitória por 1 a 0 sobre o São Caetano, com uma certeza: o São Paulo está bem mais perto da Libertadores da América. ?Demos o maior passo para chegar lá. Ganhamos de um adversário direto na casa dele. E agora temos de pensar no próximo, o Coritiba em casa. Também vale seis pontos e precisamos vencer?, avisou o goleiro são-paulino.Para ele, o motivo da vitória foi simples. ?Foi a vitória da raça. Disputamos todas as jogadas com força e emoção. Precisamos ter essa mesma atitude em todos os jogos. Se a gente pode pensar grande, por que pensar pequeno? A gente gasta o mesmo número de neurônios. Vamos pensar grande em todas as partidas, isso é fundamental.?Rogério Ceni fez três grandes defesas no primeiro tempo e pelo menos uma outra no segundo tempo. E ainda cobrou uma falta no travessão. ?Joguei bem, mas o time todo se doou muito. O Gustavo, o Jean, o Kléber, o Carlos Alberto, que estava com o tornozelo inchado e foi para o jogo. E o Ricardinho fez uma grande partida, foi uma vitória pessoal dele?, disse o goleiro.?O São Paulo ganhou e estou muito feliz?, disse Ricardinho, após o jogo. No intervalo, ele havia dito que o time voltaria diferente no segundo tempo e faria um gol. ?O Ricardinho fez uma grande partida, fez a bola transitar bem no ataque e colaborou muito com a nossa vitória?, elogiou o técnico Roberto Rojas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.