Rogério Ceni garante lamentar a queda precoce do Corinthians

Sem compromisso no meio de semana, São Paulo volta a atuar apenas no próximo domingo

Fernando Faro, Agência Estado

16 de março de 2014 | 20h33

SÃO PAULO - Para Rogério Ceni, a queda precoce do Corinthians é prejudicial para o Campeonato Paulista. O goleiro vê o Estadual menos interessante sem o rival e acredita que as receitas de público cairão sem a presença do time alvinegro na fase mata-mata.

"É uma surpresa como seria se São Paulo, Santos ou Palmeiras ficassem fora. (O campeonato) perde público e visibilidade, mas isso é o regulamento. Faz parte, é do jogo ficar fora, mas sem dúvida o campeonato perde", analisou.

Rogério também analisou o desempenho da equipe e fez coro com os demais companheiros que viram a forte chuva que caiu no primeiro tempo como impeditivo para que se buscasse uma reação. O gramado do Morumbi sofreu com a água e nem mesmo a boa drenagem do estádio conseguiu dar conta do volume de água que chegou até mesmo a interromper o jogo.

Para o jogador, a ausência dos poupados Maicon, Douglas e Pabon também desarticulou o time tricolor e dificultou a reação. Ceni também lamentou a ausência de Souza, que se recupera de estiramento no joelho direito e deve ter condições de jogo só no fim do mês.

"A diferença é que não tivemos time completo e não conseguimos marcar. Tiveram dois contra-ataques do Ituano e em um eles fizeram o gol. Depois veio a chuva. Ficou inviável, teve até de parar o jogo", analisou Rogério, que mostrou apreensão com a situação de Souza. "Esperamos pela recuperação do Souza. A gente espera ter força máxima contra o Penapolense (nas quartas de final) para que a gente possa estar bem", completou.

O São Paulo folga nesta segunda-feira e se reapresenta na terça no CT da Barra Funda. Sem jogos no meio de semana, a equipe pensa apenas na partida contra o Botafogo no próximo domingo, que encerrará a participação do time na primeira fase. O time tricolor já está garantido como líder do Grupo A, com 24 pontos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.