Rogério Ceni perde pênalti e São Paulo empata com o Corinthians

Jogo marca o último clássico da carreira do goleiro tricolor

Gabriel Melloni, Agência Estado

13 de outubro de 2013 | 18h05

SÃO PAULO - No confronto de dois dos piores ataques do

O São Paulo ainda teria mais uma ótima chance, com Aloísio, que parou em Cássio, antes que o Corinthians perdesse grande oportunidade. Aos 28 minutos, Romarinho recebeu, girou bem sobre Paulo Miranda e arrancou. O atacante tinha a opção de bater ou tocar para Emerson e, em meio à indecisão, acabou perdendo um pouco o ângulo. Quando decidiu bater, facilitou para Rogério Ceni, que espalmou.

A partida ficava mais movimentada e nos dois minutos seguintes o São Paulo respondeu com duas ótimas oportunidades. Aos 29 minutos, Douglas cruzou da direita e Maicon, sozinho, na linha da pequena área, cabeceou para fora. Aos 30, Jadson achou Ademilson no meio da defesa corintiana, mas o atacante bateu em cima de Cássio. O time do Morumbi seguia pressionando, mas iria para o vestiário sem marcar.

SEGUNDO TEMPO

A etapa final começou diferente, mais equilibrada. O Corinthians não se preocupava apenas em se defender e, mais ofensivo, começava a dar trabalho para a defesa adversária. O que não mudava era o clima quente entre os jogadores em campo, quase sempre em lances envolvendo Emerson. Foi do atacante, aliás, a primeira grande chance do segundo tempo, quando ele recebeu lançamento de Diego Macedo, mas, de frente para Rogério, pegou mal e facilitou para o goleiro.

Mas o jogo já não tinha a movimentação e as oportunidades dos primeiros 45 minutos. A emoção só voltou aos 26 minutos, e em jogada de bola parada. Guilherme colocou a bola para a área, a sobra ficou com Paulo André que tentou de primeira, de esquerda, e quase marcou um golaço.

Um minuto depois, Emerson outra grande oportunidade. Diego Macedo desarmou no campo de defesa, tabelou com o atacante e lançou-o, nas costas de Edson Silva. Emerson, então, arrancou sozinho e, de frente para Rogério, bateu muito mal, para fora. Aos 36, o goleiro são-paulino impediu o gol de Paulo André, em cabeçada à queima-roupa de Paulo André.

Aos 43 minutos, o grande lance da partida. Reinaldo tabelou com Welliton, invadiu a área e, em disputa com Diego Macedo, caiu. Wilson Luiz Seneme marcou o pênalti duvidoso. Rogério Ceni foi para a cobrança. Cássio caiu para o canto certo e desviou. A bola ainda tocou na trave antes de sair.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 0 X 0 CORINTHIANS

SÃO PAULO - Rogério Ceni; Paulo Miranda, Rodrigo Caio e Edson Silva; Douglas, Denilson, Maicon, Jadson e Reinaldo; Ademilson (Lucas Evangelista) e Aloísio (Welliton). Técnico: Muricy Ramalho.

CORINTHIANS - Cássio; Alessandro, Gil, Paulo André e Fábio Santos; Ralf, Edenílson, Guilherme e Danilo (Diego Macedo); Romarinho (Ibson) e Emerson Sheik. Técnico: Tite.

CARTÕES AMARELOS - Paulo Miranda, Douglas, Jadson (São Paulo); Diego Macedo (Corinthians).

ÁRBITRO - Wilson Luiz Seneme (SP).

RENDA - R$ 596.307,00.

PÚBLICO - 50.282 pagantes (50.394 total).

LOCAL - Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.