Rogério Ceni preocupa o São Paulo

A condição física de Rogério Ceni preocupa a comissão técnica do São Paulo, embora suas chances de entrar em campo para enfrentar o Rosario Central, nesta quarta-feira, no Morumbi, sejam grandes. Desde o domingo, o goleiro sofre com uma amidalite e, conseqüentemente, altas febres. Após o jogo com o Coritiba, nem acompanhou a delegação no jantar. Preferiu ficar deitado, por causa do mal-estar. Ficou fora dos treinamentos de segunda e terça-feira. Sua recuperação é relativamente lenta, porque os médicos não podem receitar os remédios mais eficazes para o tratamento. A razão: a maioria contém substâncias proibidas, que são acusadas no exame antidoping. ?Não podemos dar medicamentos que contêm, por exemplo, efedrina, cafeína, que resolvem o problema mais rapidamente?, explicou Marco Aurélio Cunha, superintendente de futebol e médico do São Paulo.Como Rogério Ceni não suporta desfalcar a equipe ? principalmente em jogos importantes ?, deve jogar, mesmo que não esteja se sentindo tão bem. Caso não melhore, o goleiro, que, além de ser o líder em campo, é o principal cobrador de faltas, será substituído por Roger. ?O Rogério me preocupa. Mas o Roger também está bem, se precisar entrar?, garantiu o técnico Cuca.O lateral-esquerdo Gustavo Nery ainda se queixa de dores na panturrilha direita, porém está praticamente garantindo no jogo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.