Rogério Ceni prevê jogo duro contra Bragantino no domingo

Diante da equipe menos vazada do Campeonato Paulista - o Bragantino sofreu apenas seis gols em nove jogos -, o capitão do São Paulo, Rogério Ceni, prevê que o jogo deste domingo seja um dos mais difíceis desta temporada. "Depois de vê-los jogar, não me surpreende essa boa campanha deles", disse o goleiro. "Trata-se de uma equipe alta, com bom toque de bola e que toma poucos gols. Vai ser muito difícil."Com os quatro próximos jogos a serem realizados em São Paulo - contando também com o da Libertadores, quarta-feira, contra o Alianza Lima -, Rogério Ceni vê uma boa oportunidade para o time deslanchar de vez. Mas alerta: "Às vezes, fica mais difícil jogar em casa, porque os adversários vêm todos muito fechados."Questionado sobre o imbróglio entre a diretoria e o meia Rodrigo Fabri, Ceni não tomou partido. "Não posso julgá-lo. Ele tem bom caráter e independentemente da Justiça, poderia ter sido usado o diálogo", disse o goleiro.O meia entrou com um processo contra o São Paulo para poder treinar com os profissionais no Centro de Treinamento da Barra Funda, e não em Cotia, com as equipes de base. Fabri acabou demitido com a alegação de "abandono de emprego."Herdeiro do número 19, que pertencia a Fabri, o atacante Marcel fica neste domingo no banco de reservas. Ele pode fazer sua estréia no Morumbi. "Estou ansioso para esse encontro com a torcida", disse ele.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.