Rubens Chiri/saopaulofc.net
Rubens Chiri/saopaulofc.net

'Ignorado' por torcida do São Paulo no CT, Ceni tenta resgatar apoio das arquibancadas

Treinador revela após vitória no clássico sobre o Palmeiras que foi dispensado da reunião da diretoria e elenco com uniformizada do clube na terça-feira

Redação, O Estado de S.Paulo

18 de novembro de 2021 | 08h33

Rogério Ceni revelou, após a vitória sobre o Palmeiras, por 2 a 0, no Allianz Parque, que foi impedido de participar da reunião realizada na terça-feira no CT da Barra Funda com os membros da Independente, principal uniformizada do São Paulo. Segundo o treinador, ele se colocou à disposição para participar do encontro, mas o grupo representante da torcida organizada dispensou a sua presença.

"Eu vi os torcedores no CT e fui o primeiro a dizer que conversaria com os torcedores para não expor os atletas, mas eles ão aceitaram falar comigo. Lamento muito, pois conversei com eles por 25 anos e sempre procurei fazer tudo de bom para o clube", disse o treinador. "Pelo menos me disseram que a conversa foi cordial, foi tranquilo, talvez em uma próxima oportunidade nós possamos conversar."

Na tentativa de manter o apoio que vem das arquibancadas, Ceni afirmou que os 50 mil torcedores que estiveram na derrota por 4 a 0 diante do Flamengo mereceriam ser ressarcidos pois não viram o São Paulo atuar naquela partida. "Infelizmente, não foi possível ver o time atuar naquele dia", afirmou o treinador, referindo-se ao fato de o time ter tomado 2 a 0 em quatro minutos de jogo e ter tido uma expulsão (Calleri), aos dez minutos.

Ceni espera que o time mantenha o mesmo entusiasmo para ir atrás de mais uma vitória no Brasileirão para afastar qualquer risco de rebaixamento para a segunda divisão, algo inédito na história do clube. "Temos de manater o mesmo ritmo, pois 45 pontos talvez não seja suficientes para se manter na Série A."

O São Paulo volta a campo na quarta-feira, quando enfrenta o Athletico-PR, finalista da Copa Sul-Americana, no Morumbi, às 21h30. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.