Rogério convive com dorzinha no Corinthians

Uma fibrose está tirando o sossego de Rogério. Desde que voltou ao time do Corinthians, domingo passado, na vitória por 3 a 0 sobre a Ponte, no Pacaembu, o volante tem sofrido com uma dorzinha no músculo reto-femural da coxa direita. Uma situação prevista pelos médicos. "Vou ter de conviver com essa tal de fibrose por mais tempo", admite o próprio Rogério, que confirmou presença no jogo deste domingo, no Pacaembu. "Mas isso não quer dizer que vou jogar no sacrifício contra o Atlético-PR."Fibrose é uma espécie de cicatriz do músculo, que costuma provocar dores no atleta mesmo depois de curado da lesão. No caso de Rogério, apesar do otimismo, ele dificilmente jogará o tempo todo neste domingo: "A intenção é jogar de 45 a 60 minutos."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.