Rogério é liberado e deve jogar na 5ª

O medicamento meticorten usado por Rogério como antiinflamatório no tratamento da lesão na retina esquerda gerou duas preocupações. Além dos três quilos ganhos em 11 dias de tratamento à base do corticóide, o Corinthians enviou à Comissão Antidopagem da Federação Paulista de Futebol um relatório avisando a medicação tomada pelo jogador. Dessa forma, o lateral pode enfrentar normalmente o Juventus, na quinta-feira, sem o menor risco de ser pego no exame anti-doping.Quem revelou o cuidado com o doping foi o próprio Rogério, nesta sexta-feira, após o treinamento realizado pela manhã, no Parque Ecológico do Tietê. À tarde, o médico Paulo Faria, chegou a ficar irritado com o atleta, por ter divulgou o fato. "O que ele tem de falar o que não precisa?" se perguntou Faria. "Isso é uma coisa normal, é uma recomendação da CBF. Toda vez que você usa algum remédio à base de corticóide, o clube deve comunicar. É uma determinação da CBF".Para comprovar que o fato é uma rotina, o médico corintiano deu outro exemplo. "Até quando o atleta vai ao dentista esse é o procedimento, se houver anestesia. Eu mesmo faço questão de juntar no relatório até mesmo a prescrição do dentista".Rogério só recomeçou os treinamentos nesta sexta-feira, após 11 dias sem nenhuma atividade - estava proibido até de pedalar na bicicleta ergométrica.Seu desafio agora será perder os três quilos e voltar aos 79, o peso ideal. O trabalho não exige nenhum regime alimentar, segundo o lateral ouviu do próprio preparador físico Ricardo Rosa. "Vou ter que tirar o excesso na raça, correndo. É duro carregar três quilos a mais. Por sorte tenho todo o carnaval para eliminar o que está sobrando".O lateral até já programou com a mulher, Alessandra, um carnaval bem ?light?. Rogério está pensando em treinar no domingo, dia em que todo o elenco estará de folga. "O que for preciso para acelerar a minha recuperação física, eu farei. Por isso, vou aproveitar o carnaval para trabalhar", acrescenta.Outra mudança que vai atingir o lateral na era Oswaldo de Oliveira: a tarja de capitão vai mudar de dono. O novo técnico prefere Rincón, que já tinha esse status na primeira passagem de Oswaldo pelo Parque São Jorge. Até agora, porém, Rogério não foi avisado que perdeu o posto.Mas já disse que não se sente diminuído por isso. "Respeito o Freddy. É um jogador que tem bom relacionamento e uma história vencedora no clube. Triste eu ficaria se perdesse o lugar no time".O próprio Oswaldo disse que não se sente na obrigação de dar uma satisfação ao ex-capitão. "Não acho que isso seja necessário", resume o treinador. A preocupação do técnico é bem mais abrangente. Ele entende que o time deve aproveitar a folga no Campeonato Paulista, durante o carnaval, para corrigir os problemas. Nesta sexta, ele se disse satisfeito com a resposta da equipe. "Estamos aproveitando essa folga para apertar um pouco rítmo. Eles sabem que é uma coisa normal quando há uma troca de técnico".Neste sábado, o Corinthians faz um jogo-treino contra dois adversários no Parque Ecológico do Tietê. O time titular enfrenta o Guaratinguetá e o reserva o Eco Suzano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.