Divulgação/Fortaleza
Divulgação/Fortaleza

'Rogério é um profissional fora do comum', elogia atacante Gustavo

Em entrevista exclusiva, jogador do Fortaleza e artilheiro do Brasil no ano exalta trabalho do técnico do time

Raphael Ramos, Renan Cacioli, O Estado de S. Paulo

03 Novembro 2018 | 05h00

Depois de uma passagem apagada pelo Corinthians, Gustavo virou o homem-gol do Fortaleza. O atacante passou a ser a referência ofensiva da equipe, é o artilheiro da equipe na Série B do Brasileiro, com 11 gols, e diz que deve a boa fase a Rogério Ceni. Na temporada, contando todas as competições, ele soma 27 gols. Ninguém no País balançou as redes mais vezes do que Gustavo em 2018.

Como o time se encaixou para fazer uma campanha tão boa?

O time se encaixou desde o primeiro momento. O elenco uniu-se dentro e fora de campo e isso acabou sendo o nosso diferencial para a boa campanha na Série B.

Como explicar a superioridade do Fortaleza em relação aos rivais na Série B?

A união do grupo facilita o trabalho dentro de campo. Também destaco o torcedor do Fortaleza, que passa uma energia sensacional para nós, jogadores. Sem contar, é claro, que a qualidade técnica do time é muito boa. A diretoria soube montar uma equipe com jogadores nivelados em todas as posições.

O que você destacaria no trabalho do Rogério Ceni?

É um profissional fora do comum, tem uma inteligência sem igual. Sempre digo que trabalhei com diversos treinadores, mas o Rogério vem me surpreendo a cada dia. Aprendi muito com ele tanto dentro como fora de campo. Está sendo uma experiência fantástica trabalhar com ele.

Como o Rogério Ceni contribuiu para a sua fase artilheira?

Ele soube armar muito bem a equipe. Ao longo do campeonato, perdemos peças importantes em diversos momentos, mas ele consegue trabalhar o time de maneira muito inteligente. No meu caso específico, em todos os momentos do ano ele foi fundamental. Se sou artilheiro do Brasil hoje é graças aos ensinamentos do Rogério. Todos sabem que tenho um bom aproveitamento em jogadas aéreas, mas com ele até gol de falta eu fiz. Só tenho a agradecê-lo.

Quais são os seus planos para 2019? Pretende voltar a jogar no Corinthians? 

A atual temporada ainda não se encerrou e estou focado apenas no tão desejado acesso do Fortaleza para Série A do Brasileiro. Quero, de certa forma, retribuir o apoio do torcedor para depois pensar em 2019. Muitas sondagens surgiram, mas tenho vínculo com o Corinthians. Vamos esperar encerrar a temporada e estarei à disposição da diretoria e da comissão técnica do Corinthians.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.