Rogério: São Paulo ainda tem muitos erros a corrigir

O goleiro Rogério Ceni acredita que o São Paulo precisa melhorar muito em relação à atuação deste sábado, quando o time dependeu de um gol marcado por André Dias nos acréscimos para vencer o Figueirense, se quiser vencer o Estudiantes por dois gols de diferença na quarta-feira, no Morumbi, e alcançar as semifinais da Libertadores."O time vem se esforçando, mas precisamos render mais. Estamos encontrando muitas dificuldades aqui no Morumbi. Os adversários entram em campo com muita movimentação e complicam nossa vida", afirma o goleiro - na quarta-feira, o São Paulo também jogou em casa e venceu por 2 a 1, contra o Grêmio, de virada.Para Rogério, é fundamental acertar a defesa, que deve ser mantida com três zagueiros, mas com diferenças em relação ao time que enfrentou o Figueirense: Fabão e Alex entram nos lugares dos suspensos André Dias e Lugano, ambos expulsos no jogo de ida, em Quilmes. "Contra o Estudiantes, não pode haver bobeira. Se tomarmos um gol em casa, estaremos fora", sintetizou o capitão do time.Apesar do exagero, Rogério tem razão em sua preocupação: com a derrota por 1 a 0 na Argentina, o São Paulo precisa vencer por dois gols de diferença, ou seja: se levar um gol, obrigatoriamente terá de marcar três. O técnico Muricy Ramalho também saiu descontente do jogo contra o Figueirense. "Nós não estávamos inspirados. Não mostramos nada do que poderíamos", reclamou.Outra mudança prevista pelo técnico, além da zaga, é na lateral-esquerda. Lúcio atuou durante os 90 minutos, mas sai para a volta do titular Júnior, que foi poupado por causa de dores no tornozelo, mas deve ter condições de jogo na quarta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.