Rojas diz que derrrota de 4 foi pouco

O técnico Roberto Rojas ficou decepcionado com a atuação do São Paulo, nesta quarta-feira à noite, diante do Paraná, em Curitiba. ?Perdemos por 4 a 2, mas poderia ter sido de cinco, seis ou sete. Fomos massacrados no segundo tempo. Até o Paraná se surpreendeu com nossa atuação?, afirmou o treinador, que não gostou nem da produção do time na primeira etapa, quando venceu por 2 a 1. ?Foram dois gols conquistados apenas na raça.? O zagueiro Júlio Santos também estava revoltado, mas eram com as críticas apontadas para o setor defensivo. ?Tem de parar com esse negócio de que quando o São Paulo perde a culpa é da defesa. O time todo perdeu.? O vice-presidente de Futebol, Juvenal Juvêncio, que ameaçou, na segunda-feira, fazer uma total reformulação no elenco caso não seja conquistada, pelo menos, uma vaga na Taça Libertadores neste Campeonato Brasileiro, foi menos incisivo em suas críticas. ?O time jogou bem no primeiro tempo, mas perdeu muito com a saída do Luís Fabiano?, afirmou o dirigente, referindo-se ao autor dos dois gols são-paulinos, substituído no intervalo por causa de um problema muscular na coxa direita. Segundo Juvêncio, a derrota veio por causa de ?infelicidades individuais?. ?Estatisticamente, ficou mais difícil, mas ainda acredito no título.? Ele disse que a equipe não sentiu pressão por causa de suas críticas antes do jogo. ?Eles são adultos, profissionais, competentes e têm auto-estima.?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.