Rojas e Leão já esquentam o clássico

O técnico Roberto Rojas, do São Paulo, a princípio, não queria falar sobre o Santos. Mas não se conteve quando foi informado por um repórter de que o técnico Emerson Leão havia dito durante a semana que o Santos estava atirando a toalha, desistindo do campeonato. E colocou mais lenha no clássico de sábado. ?Aqui no São Paulo, não atiramos a toalha nunca. Não desistimos da luta pelo título?, garantiu o treinador. ?O campeonato é muito dinâmico, um resultado pode mudar muita coisa. Nós vamos brigar até o final. E se estivéssemos em último lugar, a gente lutaria ainda mais.? Para quarta-feira, contra o Fluminense, na decisão de uma vaga para as quartas-de-final da Copa Sul-Americana, Rojas poderá poupar alguns jogadores. Fabiano, que jogou neste sábado sem o melhor de sua condição física, pode descansar. Gustavo Nery, que ainda se recupera da contratura no músculo adutor da coxa esquerda, também. Nesse caso, jogaria Fábio Santos, que volta na segunda-feira do Japão, onde participou de um torneio com a seleção sub-18. Dessa mesma seleção pode vir outro reforço. Diego Tardelli tem chances de jogar, principalmente porque Luís Fabiano, expulso na primeira partida contra o Fluminense, está fora do jogo. Como Jean está suspenso da partida de sábado contra o Santos, pelo Brasileiro, Rojas pode utilizar, no Rio, a dupla de zaga formada por Lugano e Júlio Santos. Certo, mesmo, é a volta de Ricardinho e Adriano, que não atuaram neste sábado por causa do terceiro cartão amarelo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.