Rojas se decepcionou com o São Paulo

Rojas ficou decepcionado por ter sido liberado pelo São Paulo. O chileno acreditava que na ?última hora? a diretoria resolveria mantê-lo no cargo já que levou o clube até a Libertadores depois de dez anos de tentativas frustradas. Desde que foi anunciado o nome de Cuca como novo técnico, ele tem se recusado a dar entrevistas. Não apareceu quinta-feira na festa da inauguração da nova sala de fisioterapia no CCT. E não participou hoje do churrasco entre a Comissão Técnica e a imprensa. "A gente tinha a vontade de continuar comandando o time. O Rojas também tomou gosto pela profissão de treinador. Só que somos funcionários do São Paulo. Seguimos as determinações da diretoria", diz o auxiliar Milton Cruz que voltará ao cargo de observador, já que Cuca efetivará seu irmão "Cuquinha" como seu auxiliar. Para tentar deixar uma boa impressão, Rojas irá montar o São Paulo no ataque, domingo contra o Flamengo, no Morumbi. "Todos jogarão para ajudar o Luís Fabiano. Ele está um gol atrás de Dimba. Com o potencial ofensivo do São Paulo, temos condição de fazer com que o Luís marque pelo menos dois gols", afirma, empolgado, Fábio Simplício. Gustavo Nery também tentará auxiliar Luís Fabiano, mas o fará contrariado. "O meu contrato terminará em julho. Eu apresentei uma proposta ao São Paulo de renovação antecipada no dia 13 de novembro. Até agora não tive resposta. Quis ser legal com o clube, mas como a diretoria não parece preocupada comigo, vou pensar nas minhas propostas que tenho. A partir de julho eu poderei sair sem que venha um centavo ao São Paulo", dizia, ameaçador. O presidente Marcelo Portugal Gouvêa tratava de acalmar a situação. "O Gustavo tem contrato conosco até julho do ano que vem. Não há porque dar aumento agora como ele quer." Gustavo Nery também ficou contrariado porque está suspenso e não pode atuar contra o Flamengo. Gostaria de ser dispensado para as férias."Mas não teve jeito. Só depois deste jogo", afirmava, irritado. Rico também está suspenso e poderá não mais atuar no São Paulo. Só depende da contratação de Grafite para ser dispensado. Fabiano deverá anunciar ainda amanhã a sua ida para o Bétis.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.