Roleta russa gigante ameaça a Santista

A roleta russa gigante pode estar de volta à Portuguesa Santista. É que a Futura Esportes, empresa que havia assumido o departamento de futebol profissional do clube e que foi afastada por decisão judicial, conseguiu reverter a situação no Tribunal de Justiça e aguarda apenas a citação dos dirigentes do time para reassumir suas funções. O presidente da portuguesinha, Carlos Alberto Amado Costa não recebeu ainda a notificação e, por isso, não permitiu que a empresa entrasse hoje em Ulrico Mursa. À tarde, houve uma reunião entre as duas partes e não se chegou a um acordo. Quando a Futura ressumir o comando do futebol, Israel de Jesus voltará a dirigir a equipe. Ele comandou a Portuguesa na terceira divisão do Brasileiro deste ano e tentou reinventar o futebol. Não aceitava os esquemas táticos adotados, considerando-os todos ultrapassados. E criou o que chamou de roleta russa gigante, em que todos os jogadores atacam e defendem, sem posições fixas dentro de campo. O resultado foi o pior possível: em quatro jogos, a Portuguesa conquistou apenas três pontos e foi desclassificada na primeira fase. A má campanha e a fase folclórica vivida pelo clube fizeram com que a diretoria entrasse com ação na justiça para invalidar o contrato com a Futura e conseguiu tutela antecipada para afastar a empresa. Nos últimos dias, Nenê foi contratado para montar e dirigir o time e na semana que vem as primeiras contratações seriam anunciadas. Com a suspensão da tutela antecipada conseguida pela Futura no Tribunal de Justiça, Israel de Jesus queria apresentar o novo time hoje mesmo, mas foi impedido pelo presidente da Portuguesa. Durante o período em que ficou afastado, o treinador manteve um time treinando em Praia Grande e, assim que a diretoria do clube for notificada pela justiça, vai apresentar a equipe completa. Ele não pretende manter seu esquema tático, a roleta russa gigante, e promete um trabalho técnico, sem discutir como está montado taticamente o novo time.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.