Roma bate Milan e decide Copa da Itália pelo 3.º ano seguido

A Roma venceu o Milan por 3 a 1 nesta quarta-feira, no Estádio Olímpico de Roma, e classificou-se para a sua terceira decisão consecutiva da Copa da Itália. Em 2005 e 2006, o time da capital foi derrotado nas finais pela Inter de Milão. O curioso é que a Roma tem grandes chances de enfrentar novamente a Inter. O time de Milão fez 3 a 0 na Sampdoria no primeiro jogo da semifinal e pode perder por até dois gols de diferença nesta quinta-feira, em casa. As finais estão marcadas para os dias 18 de abril e 9 de maio. Depois de ter perdido a partida de ida por 2 a 1, a Roma precisava de uma simples vitória por 1 a 0 para avançar pelo critério de gols marcados fora de casa. E o primeiro gol veio logo aos oito minutos de jogo, com o brasileiro Mancini, que aproveitou bola mal recuada de Costacurta para o goleiro Dida. O Milan chegou ao empate 18 minutos depois, quando Gilardino bateu forte após cruzamento da esquerda de Jankulovski. Mas mal deu tempo para comemorar: aos 23, Perrotta pegou rebote de Dida após chute de Totti e tocou para a rede. A classificação romana foi selada logo no primeiro minuto da etapa final. O chileno Pizarro acertou um belo chute de fora da área e venceu Dida. No jogo de ida, o meia também marcou de longe, mas contando com falha gritante do goleiro brasileiro, que espalmou a bola para o próprio gol.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.