John Sibley/Reuters
John Sibley/Reuters

Roma doa R$ 634 mil a torcedor do Liverpool agredido por italiano

Equipe italiana envia quantia a Sean Cox, que estava nos arredores de Anfield quando foi golpeado na cabeça

Ansa

16 de novembro de 2018 | 13h55

O presidente da Roma, James Pallotta, anunciou que o clube italiano e ele fizeram a doação de 150 mil euros (R$ 634 mil, pela cotação atual) ao irlandês Sean Cox, torcedor do Liverpool que foi gravemente ferido no último mês de abril, durante uma briga entre hooligans de ambos os times antes da semifinal da Liga dos Campeões.

Na ocasião, Cox estava junto com a família para assistir à partida de seu time do coração, até que uma confusão entre ultras italianos e ingleses começou nos arredores do estádio Anfield. De acordo com a polícia, o homem de 53 anos foi atingido em cheio na cabeça por um torcedor italiano com um cinto.

A agressão deixou Cox hospitalizado e causou graves danos cerebrais. O torcedor do Liverpool faz tratamento para se recuperar das lesões, mas o programa de reabilitação é muito caro para sua família. Apesar disso, amigos do irlandês lançaram uma campanha na internet para ajudar nos custos do tratamento, atraindo a atenção de Pallotta e da Roma.

O presidente giallorosso desembolsou um terço do valor para ajudar Cox, enquanto o clube da capital italiana arcou com o resto da quantia. "O que aconteceu com Sean Cox não deveria acontecer com ninguém que vai a uma partida de futebol. Nossos pensamentos estão, como estiveram desde o primeiro dia, com Sean, Martina [a esposa] e toda a sua família. Todos esperamos que Sean se recupere o máximo possível", disse Pallotta.

A Roma também prometeu auxiliar a família do irlandês na criação de campanhas de arrecadação para financiar o tratamento. "Agradecemos muito pelas doações da Roma e do senhor Pallotta e particularmente pelo compromisso de nos ajudar nos próximos anos. Nossa vida virou de ponta cabeça pelo que aconteceu com Sean. Não há sinal de que ele voltará para casa em breve e, mesmo com o atendimento de especialistas, o que deve durar anos, ele precisará de ajuda para o resto da vida", disse Martina.

No final do mês de outubro, o técnico do Liverpool, Jürgen Klopp, e o lateral-direito Seamus Coleman, do Everton, doaram 5 mil euros cada um para a família de Cox.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.