EFE/Claudio Lattanzio
EFE/Claudio Lattanzio

Roma goleia lanterna e abre vantagem sobre Napoli por vaga na Liga dos Campeões

Equipe chegou aos 75 pontos, contra 71 do adversário

O Estado de S.Paulo

24 de abril de 2017 | 17h58

Com a Juventus muito perto de conquistar o sexto título consecutivo, a briga mais acirrada no Campeonato Italiano é pela segunda posição, que dá uma vaga direta à fase de grupos da próxima edição da Liga dos Campeões da Europa. Assim como na temporada passada, Roma e Napoli são os concorrentes e desta vez quem leva vantagem é o time romano, que nesta segunda-feira fez muito bem a sua parte no encerramento da 33.ª rodada e goleou o lanterna Pescara, mesmo jogando fora de casa, por 4 a 1.

Ao aproveitar o tropeço do Napoli, que no último domingo empatou como visitante com o Sassuolo por 2 a 2, a Roma abriu quatro pontos de frente (75 a 71), faltando apenas cinco rodadas para o final da temporada. E como tem a vantagem no primeiro critério de desempate, que é o confronto direto, a vaga direta na Liga dos Campeões está mais perto. Na próxima rodada, no domingo, terá o clássico contra a Lazio.

O Pescara, no outro lado da tabela de classificação, teve o seu rebaixamento decretado com a derrota nesta segunda-feira. Com 14 pontos, na lanterna, a equipe só pode empatar na pontuação com o Empoli, o 17.º colocado e último clube fora da degola, mas perde no confronto direto contra o time da região da Toscana. No domingo enfrentará o Cagliari, fora de casa.

Em campo, a partida transcorreu como era imaginado. A Roma, com melhor qualidade técnica, dominou as ações e sem problemas marcou seus gols. No começo levou um pequeno susto, em um chute defendido pelo goleiro polonês Szczesny, mas depois se impôs. Salah fez um gol anulado por impedimento e Nainggolan acertou a trave antes do time romano ir ao intervalo já com dois gols de vantagem no placar. Em dois rápidos contra-ataques, Strootman, aos 44, e Nainggolan, no minuto seguinte, marcaram.

Na segunda etapa, para evitar qualquer surpresa, a Roma manteve seu jogo ofensivo e logo construiu a goleada com mais dois gols - ambos de Salah, aos 3 e aos 15 minutos. O Pescara ainda marcou o seu gol de honra, aos 38, com Ahmad Benali, mas nada que tirasse o sossego dos romanos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

  • Fernando Torres se despede do futebol no Japão em jogo contra Iniesta e Villa
  • Torcedores do PSG não querem mais Neymar em Paris
  • Merecido! Sampaio Basquete conquista o bicampeonato da LBF
  • Podcast: personalidades do esporte analisam a situação do futebol no Brasil
  • Bruno Henrique vibra com gols no Maracanã: 'Semana mais feliz da minha vida'

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.