AP
AP

Roma joga para aumentar o recorde no Campeonato Italiano

Time recebe o Bologna - que ainda não venceu - em busca da sexta vitória seguida

O Estado de S. Paulo

29 de setembro de 2013 | 08h01

ROMA - Um francês de 49 anos devolveu o orgulho aos torcedores da Roma e a confiança aos jogadores. Rudi Garcia, o técnico que conquistou o título da França com o Lille em 2011, conduziu a equipe a cinco vitórias nas cinco primeiras rodadas do Campeonato Italiano - algo inédito na história do clube. E ele quer mais. “Vamos enfrentar o Bologna com atenção total para dar sequência à nossa boa fase.”

No papel o jogo é tranquilo para a Roma, porque o Bologna tem apenas três pontos e ainda não venceu na competição. Mas Rudi Garcia não admite cantar vitória, ainda mais depois que no meio da semana o Napoli - que tinha ganho os quatro primeiros jogos - empatou em casa com o Sassuolo, que ainda não tinha pontuado. "É um perigo pensar que será fácil. Eu e os jogadores sabemos que será preciso dar 100% para vencer."

Mais do que desconfiada, a torcida estava furiosa com o time até o início do campeonato. Na temporada passada a Roma terminou em sexto lugar, e por isso não se classificou nem para a Liga dos Campeões nem para a Liga Europa. Teve a chance de conseguir vaga na segunda competição, mas a jogou fora ao perder a final da Copa da Itália para a arquirrival Lazio por 1 a 0 - resultado que enfureceu os torcedores. Mas agora, depois de cinco vitórias (a penúltima delas justamente em cima da Lazio, por 2 a 0), eles estão encantados com o time e com o treinador francês. "É bom ver que nossa torcida voltou a confiar na equipe", disse Rudi Garcia.

No jogo deste domingo ele não poderá contar com o lateral-direito Maicon, que ficará 15 dias em recuperação de uma lesão muscular na coxa direita que sofreu na partida do meio da semana contra a Sampdoria. O capitão Totti, que jogou apenas os 25 minutos finais em Gênova e sexta-feira completou 37 anos de idade, começará jogando.

CLÁSSICO

Outra atração da rodada será o dérbi de Turim entre Torino e Juventus. Com 13 pontos, a Juve luta para se manter no bloco de cima da classificação.

O técnico Antonio Conte cogita poupar alguns titulares para a partida de quarta-feira contra o Galatasaray pela Liga dos Campeões. Um deles deve ser Pirlo, que não começou bem a temporada.

A Inter jogará fora de casa contra o Cagliari, e o ambiente de é de empolgação por causa da boa campanha neste início de competição (quatro vitórias e um empate). Como o time não disputa competições europeias (acabou o último campeonato em nono lugar), o técnico Walter Mazzarri vai mandar a campo a força máxima.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.